terça-feira, 23 de agosto de 2011

Nada Mais Além de Amor! - Mensagem de Mestra Nada



Em nome das magníficas hostes arcangélicas e de todas as hierarquias celestiais falo-vos, hoje, que os vossos tesouros mais preciosos não se encontram no que estudais e sim no que sentis.



Aos pórticos de instigantes incertezas sobre os vosso amanhã enigmático, digo-vos, para que não mais isso olvideis:


- 'Nada mais além de AMOR é o que urge e é o que vos garante o porto seguro de vossas transições evolutivas.'



A inteligência e os conhecimentos de toda ordem, e especialmente os que são instrutores de vossos passos nas searas que trafegais em direção à luz, são relevantes e preciosos, e úteis por funcionarem tais quais alavancas para alcançardes sempre degraus sucessivos de despertamento espiritual rumo ao entendimento inolvidável do teor ‘Sagrado’ de vossas existências.



Os conhecimentos e métodos de incursões nos reinos do ‘saber’ são mesmo relevantes, pois que preenchem de explicações as lacunas de entendimento sobre os prodígios divinos e Suas esplendorosas leis e todo o arcabouço de teorias de amplo espectro rumo aos patamares da sabedoria espiritual dos seres ante a criação divina.



Acerca-se de vossos espíritos imortais um novo mundo interno, e mesmo um vivenciar transcendente em esferas paradisíacas, de descobrimentos extrafísicos , esses que permeiam vossas vidas ...e que se descortinarão , sim, ao vosso olhar deslumbrado, ante a magistral perfeição do Cosmos, de todos vós que estiverdes preparados para tal presente, que só se destina, porém, aos que forem merecedores e puros de coração.



Nesta era apoteótica de Gaia, quando se trava uma batalha ultrajante entre a luz e os reinos ilusórios das sombras da Terra, e quando se regeneram almas agonizantes até então, dentre as lutas e os alvoroços das intempéries humanas de todos os tempos, o ‘Conhecimento’ aponta, realmente, para um novo desabrochar de potencialidades latentes que jazem adormecidas em todas os nichos das chamas trinas sagradas, essas que sempre ardem, mesmo que timidamente, ou até sufocadas pela sombra ignóbil da maldade, mas pululando sempre em todos os peitos das criaturas de Deus.



Ele amplia consciências e faculta ao homem optar pelos caminhos que julga, então, conhecer.



As sabedorias e doutrinas todas se conjuminam numa estante de vasta biblioteca da história da Terra para comporem as edificações intelectuais dos habitantes de seu ventre gentil.



Codificações novas sempre se moldam, a partir do avanço da mentalidade humana, deflagrando novos horizontes a serem alcançados e palmilhados em vida física e/ou multidimensional.



A Verdade Integral, então, começa a se esboçar nas sementeiras do Universalismo e Ecletismo, na vertente da adoção de uma bandeira simbólica da irmandade terrena...uma confraria humana alicerçada por egrégoras que inspiram as civilizações de todas as raças planetárias que compõem a população terráquea...uma irmandade guerreira que age de forma perseverante em prol da libertação da escravidão mental de tantas eras de cunhos absolutistas e antidemocráticos, torpes que eram em seus desatinos de tantos ciclos de perseguições aos cultuantes de idéias distintas entre si, como as religiões ou como as ideologias de todos os tempos e em todos os âmbitos.



A HoloCultura será o escopo intelectual e metodológico na era nova que desponta em vosso globo tão amado.



A Ciência Integral será a bússola de todos os investimentos humanos, sejam mesmo nos seres de todos os reinos, como nas construções das miríades de novas modalidades de planejamento e de estabelecimento dos esplêndidos cenários materiais e etéricos do Novo Tempo.



A sabedoria do Terceiro Milênio descortinará os véus do ‘obscuro’ e nova saga humana redundará, no porvir dourado do amanhã, em avassaladoras e ininterruptas conquistas nas áreas da Tecnologia Intersideral , em todos os terrenos teóricos e nos de aplicações práticas da Metaciência Estratégica, sempre em benefício das ‘Curas ‘ de todos os males, sejam da ecologia planetária ou do ecologia humana, rumo às sequências naturais das espirais da evolução infinita, mister e fatalidade para todos os filhos criados pelo Pai Amantíssimo.



A história da humanidade continuará sob a égide da nova luz regente, da nova sabedoria planetária multifocada, como um cômputo de obras solenes em torno de todas as questões da vida, e quanto às todas engrenagens de se manterem em simbiose eficaz as conquistas do espírito em plano ainda material de existência, embora em mais diáfanas órbitas frequenciais.



No entanto, meus amados, ainda não estais lá...e sim estais vos preparando para ‘Alforrias’ em todos os sentidos, seja para onde estejam se movimentando os vossos seres multidimensionais...



Qualquer que seja o grau de vosso saber, os títulos que auferiram, as honrarias concedidas por disciplina e responsabilidade em iniciações espirituais de toda ordem, quaisquer que sejam os vossos cursos, diplomas e certificados, especializações e graus, emblemas e medalhas, em vivenciações holísticas, magísticas, espiritualistas, culturais, educacionais, teológicas, gnósticas ou mesmo agnósticas, etc...os vossos multifários parâmetros não substituem a urgente conclamação evolutiva da manifestação do Amor Incondicional, nas formas mais verídicas, autênticas e operantes que se fizerem possíveis de serem consecutadas em vossos dias de decisões definitivas sobre as mudanças vibratórias da Terra que alijarão de seu bojo as almas recalcitrantes.



As alterações quânticas planetárias, em velocidade espantosa, galopam para vossos porvindouros dias de visível suspense para vós.



É tempo de escolhas !



Falávamos de Alforrias...e elas se encontram em UM ÚNICO endereço vibratório e em uma única e insofismável providência que faça transcender o vosso arcabouço de conhecimentos e méritos:


- 'AMAR SEM MEDIDAS !'




Não atravessareis os portões dos Céus sem esses bilhetes conquistados por vossas almas e que serão somente visualizados e avaliados pelo Pai e seus comitês de Justiça Divina, nas cortes de seleção e recrutamento de seres para comporem agrupamentos vivos, que movimentarão todos os níveis de próximas experiências nos planos físicos de terceira dimensão.



Em vossos peitos etéricos somente brilharão as vossas condecorações obtidas como lauréis de vossos atos e obras, advindos de sentimentos e opções.



Vossa bagagem intelectual e todos os desforços nas viagens aos registros akáshicos do Conhecimento, e a despeito de vossa inteligência louvável, de nada servirão e jamais substituirão a luz que fulgura do serviço altruístico ou mesmo somente através do sentimento exalado e irradiado, ambas as versões de requisitos que promanaram de vossa boa vontade e do amor incondicional.



Só o amor realiza, concretiza, consolida...



Só o Amor importa nesse momento do rondão especial de averiguações frequenciais de vossos seres, na fase de grande reacomodação topográfica planetária paulatina, mas derradeira para milhares.



Embora os méritos das lavouras proficientes dos conhecimentos obtidos e compartilhados com a humanidade, através de muitos distintos mecanismos de sua expansão, nada significarão, logo mais, amanhã mesmo, quando estiverdes sendo recambiados, quando de vossos desenlaces do invólucro físico, aos pórticos dos reinos do Espírito Livre, no oásis cósmico da Imortalidade.



Na vida real dos seres criados, quando são sutilíssimas as suas vestimentas ou formas em planos etéricos, e onde só balouçam as bandeiras do Bem realizado, em seus castelos moldados e construídos pelos sentimentos de solidariedade humana, espiritual e sideral , expandidos, apenas o Amor e a Sabedoria dignificada na luz da verdade são as bases que eternizam esse direito conquistado de se usufruírem das benesses divinas prometidas pelos livros sacramentados de vossas religiões.



O Amor cria a vossa casa cósmica, o vosso refúgio no Universo, a vossa paz...



A inteligência nada mais faz do que saber muitas coisas...



Mas a Sabedoria a que deveis chegar não é o simples ‘saber’.



Devereis eleger o mais nobre roteiro, a mais soberba linha metodológica que vos leva à ‘inteireza do ser’...onde vibram juntos os maiores tesouros que vos enriquecem para toda a eternidade: a Sabedoria e o Amor.



Mas preferimos dizer : a ‘Sabedoria do Amor’ !



Pois amar é ser sábio...pois o sábio sabe que não se diviniza o ser sem que o amor o faça resplandecer .



O conhecimento e a inteligência também existem onde não se conhece o Amor.



A sabedoria, nessa conotação mais fragmentada, coexiste nos reinos marmóreos dos tecnosábios da escuridão aviltante e hostil onde se perpetram as engenhosidades que vos fazem desfalecer em vossos intentos de progresso e luz definitiva em vossas almas cansadas de tantas peregrinações.



Pelo simples ‘conhecimento’ avançado em muitas áreas, e para vós até totalmente desconhecidas, por terem tido seu nascedouro em planetas primários no amor, mas robustecidos de portentosos arsenais de métodos antifraternos, até mesmo no movimento de disputas entre poderes de legiões de conspiradores intergalácticos, muita desordem tem havido nas vossas vidas até os dias hoje.



E enquanto essas hostes gélidas ainda se aglutinam contra vosso discernimento e ainda conspiram contra vossa absolvição dos esquemas repetitivos das vidas fustigantes que vendes tendo nas lides da Terra, ainda moralmente enferma, eis que o conhecimento sem o amor ainda lhes serve de ardiloso mecanismo de desonra à vossa própria inteligência.



Alienando-vos ao insuflarem tantos dispositivos de treinamento para a ascensão de vossas almas, riem-se de vossa ingenuidade, amados...



Obstinados pela derrocada de vossos empenhos evolutivos, meus queridos, esses núcleos de pseudosábios vos tem confundido.



As reais capacitações para entrardes nos reinos da Luz não são adquiridos em módulos de cursos intensivos, amados...



De nada adiantarão odisséicas incursões espiritualistas, num debate interminável de teorias de cada qual de suas versões sobre a evolução e a transição planetária...



Enquanto vossas almas não estiverem conectadas a um novo padrão de entendimento sobre o real propósito da vida, de vossas vidas, e ainda não estiverem vibrando no mesmo diapasão da consciência amorosa e da utilização sábia desse amor conquistado para o bem coletivo, tudo se resumirá a um lamentável degrau de competição de vaidades mascaradas, filhos...



Temos anelado na data de hoje transpor-vos a esse patamar de convicção à vossa maior lucidez.



Temos rastreado todos os movimentos dos trabalhadores na implantação da luz na Terra, por seus vários instrumentos de ações...e ainda nos entristecem as vossas posturas de animosidades e de equívocos tão óbvios...



Perdeis tempo e energia com mirabolantes projetos e falsas promessas de ingressardes nas freqüências dos avatares...



Não se fazem avatares em cursos, amados, e sim no decurso de itinerário de éons, na exemplificação de reiteradas demonstrações de amor e fraternidade universal, únicas virtudes que dignificam os seres rumo à sua condecoração como vitoriosos diante de si mesmos.



É tão somente no genuíno despertar para o Amor que encontram-se as alianças com o Divino.



Enquanto se confrontam séquitos de horrendos mentores do mal com os exércitos celestiais, vossos escudos de defesa psíquica tem ficado a mercê desses escravos do engano milenar de serem proprietários de vosso planeta.



Torna-se infalível a sua estratégia diante de vossos equívocos inaceitáveis.



Quão incipientes são as vossas horas em que protestais contra as verdades eternas de que ninguém chega ao Pai sem que as asas do Amor, que são as asas da verdadeira sabedoria, tenham sido crescidas no amadurecimento das refregas vivenciadas que sublimam as almas, e na burilação dos pendores da egolatria , do orgulho e do desrespeito para com os compatriotas planetários, na forma de mui copiosos sofrimentos que lhes são impingidos pela vossa indiferença coletiva ou mesmo individual ante a dor dos semelhantes, estejam eles em que reinos de vida estiverem ...pois todos vós tendes atravessado e percursionado as mesmas experienciações que todos eles em vários planos de vida.



Fragilizam-se vossos corpos e vossos espíritos ante a avalanche dos conteúdos pertinazes de fórmulas mágicas de alçardes vôo ao infinito ou a uma nova perspectiva de vida humana com base em intrigantes fomentos a um estado de contemplação tola de ‘palavras e sinais’ desprovidos de sentido autêntico, de ‘significado’ ante os apelos evolutivos reais de vossos espíritos em defasagem ainda de muitos valores a serem conquistados, que tem se mantido calados ante o desafio à vossa inteligência espiritual.



Investidas sombrias tentam sabotar-vos ao direito do amor autêntico manifestando-se, usando de pérfidos meios de hipnotização de vossas mentes, que se detêm na viciosa e acomodada rede da inação perpetrada, ante o gigantesco trabalho que tendes à frente, em vista do evidente e imperioso momento da grande mudança de era planetária.



Deitamos nessas linhas nossa conclamação geral à imprescindível religação de vossos seres à divindade e ao apreço mais caloroso com relação aos vossos pares, nesta morada escola em que deveis vos abraçar amorosamente, neste momento de vislumbres inquestionáveis de grande acontecimentos saneadores dos erros desses milênios, que tendes acompanhado nessa travessia vossa nos meandros físicos da Terra.



Mais profícuas realizações ainda vos aguardam, amados.



Das horas que ainda dispondes nessa maternidade em que despontastes como infantes que caminham para a idade adulta de vossas escaladas, e desse contingente de ações ou reformulações que deveis encetar em vosso benefício, que possais tirar proveito agora de nosso impulso a milhares de vós que, ainda, embrionariamente, desfilam seu relatório de aparentes virtudes, obsoletas e inconsistentes, ao rejeitarem a idéia de que ainda são exigidos requisitos impostergáveis a muitos de vós, equivocados quanto à radiância de vossas luzes adquiridas.



Nessa iminente chegada dos anfitriões da nova Terra, os nascituros que realmente despontarão, em sua arrojada ou humilde contribuição ao vosso orbe de hoje, que estejam adubados as vossas almas e corpos que lhes darão a luz, para que possam ser sustentadas com valores dignos toda essa falange de luminares reformadores de todos os desvios que vossa raça miscigenada propiciou ao logo dos milênios de vossas depurações.



Não é tão simplória a conquista da Liberdade Espiritual.



Na amplidão sideral, em qualquer região do Universo, não sobrevivem almas em compasso de incongruência de suas bagagens morais adulteradas com as freqüências das virtudes eternas.



A massa atômica de vossos maus pendores e enganosos ofícios ocupará demasiado espaço entre os eleitos do Pai e tendereis a orbitar onde existe massa correspondente aqui mesmo ou em outra maternidade-escola planetária, para o desenvolvimento de vossas individualidades, muitas ainda moralmente como obstipadas em si mesmas, tais quais ‘fetos’ espirituais.



Não vos enganeis mais... Há demasiado lixo mental entre vossas sedimentadas teorias de evolução e ascensão ! Conceitos que vos foram propiciados pelas hostes da iniqüidade, advindas dos laboratórios imundos no submundo astral terráqueo.



Idéias forjadas na obnubilação de vossa racionalidade a se perder...



Nas sementeiras áridas, ilusórias e inférteis, da falta de amor e da razão, não encontrareis repouso para vossas almas extenuadas...



É um desafio existencial exercitar o bom senso...



Não podemos mais deixar que continueis regando concepções inúteis...



Fugi celeremente de tudo quanto for estéril...sem coerência....ou sem utilidade real.



O tempo vos chama !



Existe somente um único preceito máximo para obtenção de vitória espiritual na Terra:


AMAR !



Não pleiteeis andares evolutivos com vossos quinhões de luz desfalcados...



Não vos deixeis serdes sacrificados aos totens de pura negritude hostil ante a vossa engendrada volta à ignorância sobre os verdadeiros degraus que vos levem ao Pai.



Obtusas são muitas concepções que as hostes do mal vos tem reservado, queridos...sobre termos, vocábulos, certas grades, certos chavões, certas fórmulas mágicas, amados...



Afastai-vos das ignominiosas mancomunações contra o vosso discernimento.



Atentai para os verdadeiros propósitos de vossas jornadas.



Buscai o equilíbrio entre os apelos da matéria e os alvitres necessários à vossa lapidação espiritual.



Investi na lucidez e descartai o duvidoso.


Não temais ! O amor é a única finalidade de vossos espíritos !



'- É preferível rejeitar nove verdades a aceitar-se uma só mentira ! '


Com razão disse o grande apóstolo do Mestre Jesus, Allan Kardec, renomado em sua codificação, e não sabido em sua verdadeira identidade como um contemporâneo de Jesus Cristo.

Acendei a fogueira de vossa não aceitação às artimanhas que vos prendem a uma biblioteca de falsas revelações sobre o Plano do Pai quanto aos vossos espíritos, ou conjecturas ao estilo de subjugação de vossas mentes a concepções forjadas.



A vossa redenção encontra-se na prática do amor.



O Amor é o passo seguro.



Reabastecei-vos dele e podereis até mesmo esquecer de tudo o mais que tendes aprendido,se estiverdes confusos, pois isso não vos porá em risco.



O peso e o quilate do amor suplanta todos os vossos conhecimentos e até mesmo a falta deles.



Tereis riscos sim se houver o sufrágio do Bem... pela vitória de vossa inteligência corrompida pelo veneno da ardilosidade vil dos que nunca amaram...



O Amor é o sopro da vida !



O Amor é o sopro do coração de Deus !



Olhai os olhos clementes ao vosso redor....ali se encontra a vossa salvação !



Procurai o rosto mais próximo de vós e simplesmente sorri para ele...



O Amor é esse sorriso.



O Amor é simples.



O Amor é uma palavra.



O Amor é um carinho, um gesto, um alento...um qualquer medicamento...ao corpo ou à alma...de alguém...não precisais saber ‘de quem’...



Jogai de lado todas as leiras decoradas, ilusões que vos foram desfraldadas...



Sois sóis ! Deixai-vos brilhar, poderosos verdadeiramente se vossos raios aquecerem vossos iguais....



Não precisais dessas nuvens de idéias conturbadas...Estais todos aturdidos ante toda a engenhosa máquina de confecção de modelos de evolução, de iluminação e de ascensão...



A verdade verdadeira chega serena....não equivoca...



Amai ! Só isso vos basta nessa hora de aflições...



Não confronteis as doutrinas...não as maldigais....mas afastai-vos do que vos estagna , do que vos confunde e atemoriza...



Observai que já não tendes parâmetros reais...



Asserenai-vos.



Nada precisais hoje que não ferramentas úteis que sulquem o solo do que vos será exigido como bagagem obrigatória...



Nada precisais providenciar na forma de métodos e técnicas ao estilo ‘castelos de areia’...



Nada deveis realizar em sistema de pressão ou opressão...essas que vos tem atordoado.



Nada mais deveis fomentar que não seja amar...



Desimcumbi-vos de rememorardes mensagens verborréicas...



Aprendei das fontes apenas que não vos tragam o maquineísmo...



O Amor é um oásis...



Olhai ao vosso redor e encontrareis a vossa destinação sobre a Terra...



Valorizai sempre, sim, o óbolo das verdadeiras conscientizações, revelações e chamamentos espirituais sublimes e construtivos...esses vos falarão ao coração.



Adestrai-vos , porém , em verdade, em um único e visceral movimento da luz:



Amor .....



Com sabedoria alcançareis a segurança plena quanto ao que é relevante, realmente, aos vossos seres, e assim construireis vossas novas pontes teóricas, primando pelo que tudo simplifica, mesmo que em moldes elegantes de escrita, mas que, sem maiores exigências de compreensões desnecessárias, ao mesmo tempo que esclarece, conduz...



E isso, amados, é tudo, é tudo e tão somente o que verdadeiramente importa:







Nada mais...nada além do que, simplesmente...




AMOR !











MESTRA NADA




Mensagem telepática a Rosane Amantéa em 22 de agosto de 2011, em Londrina – Paraná – Brasil.





2011@Rosane Amantéa



Esta mensagem pode ser compartilhada desde que os direitos autorais sejam respeitados citando o autor e o link
http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com
Obrigada por incluir o link do site do autor quando repassar essa mensagem.

Poderá também gostar de:

Sem comentários: