sexta-feira, 19 de agosto de 2011

De Alma para Alma - Bruno Moura


Mensagem de Lady Miriam

Todos os seres que se apresentam em nossas vidas têm um papel valioso na caminhada de evolução rumo a nossa Essência Divina. Todos sem excepção! Poderemos ter ou não a consciência desse facto, mas a verdade é que a experiência com cada pessoa tem um propósito divino que nos irá permitir subir degraus nesta longa e bela jornada que é a vida na 3ª dimensão.
Porém, e falando da minha própria experiência, há aqueles seres que se sobressaem, que adquirem um papel crucial e indispensável no desempenho e desenvolvimento do nosso Plano Divino.
Quando observo as pessoas mais próximas a mim fico encantado com a beleza da comunhão das nossas almas. Vem-me sempre a mente a imagem dos acordos de Luz feitos de alma para alma antes processo de encarnação, acordos realizados num estado de Amor Incondicional, livres do esquecimento a que todos somos sujeitos quando aqui “aterramos”.
Esta visão, esta expansão de consciência, tem-me permitido ver os relacionamentos de uma perspectiva completamente diferente, com mais amor, com mais compreensão e acima de tudo com mais aceitação.
Este abrir do coração, esta pequena compreensão de mais um processo das nossas almas é para mim a base para que a eterna frase dita por Jeshua comece a ser uma realidade nas nossas vidas:
““Amai os vossos inimigos…”

Se a nossa consciência conseguir integrar em si esta compreensão começaremos a sorrir, a compreender e a amar aqueles que nos dificultam a vida, aqueles com quem temos dificuldade em lidar e muitas vezes culpamos pelo nosso sofrimento e desgosto.
É um passo maravilhoso para que iniciemos o processo de enxergar a Essência Divina em qualquer forma de vida que cruze o nosso caminho!
Nem é necessário tentar compreender o porquê da presença destas pessoas no nosso dia-a-dia, basta mantermos no coração a visão da nossa alma com a alma dessa pessoa, nesse estado puro e cristalino, dizendo uma a outra:
“EU TE AMO! E peço-te que faças todos os esforços para te lembrares disso quando estivermos juntas no mar do esquecimento e do sofrimento…”
É o suficiente! É o suficiente para dissipar o rancor, o ódio, a ira que possamos ter por alguém!
É o suficiente para compreendermos que nem todos temos a mesma evolução espiritual e nem todos compreendemos as coisas da mesma maneira, que nem todos sabem o que é a Luz e por isso sofrem neste mundo de ilusões e mentiras.
É o suficiente para sabermos que nesse estado todos somos um mas que a densidade da matéria nos mantém na ilusão da separação.
Amar não se torna assim tão difícil quando temos a visão de como as coisas realmente são! Uma boa dose de entendimento sobre o funcionamento deste maravilhoso processo faz a diferença toda nesta época onde amar se torna cada vez mais essencial…
E agradecemos por nos ser permitido receber estas informações dos nossos irmãos de Luz!
Namasté


Bruno Moura

Sem comentários: