sexta-feira, 25 de maio de 2012

Poema: "Os Cavaleiros da Lusitânia" - por Ana Paula Esteves




Chamam-lhe o Quinto Império,
Outros, a Terra Prometida.
Eu queria apenas,
Viver em Harmonia


Uma vez Descobridores,
Navegadores de Sonhos,
Conquistadores de Mares
Em perigos medonhos


Perdemos Impérios,
Por várias razões.
Irmãos já não éramos,
Sem excepções


O Hino é a tua Pátria,
A Língua é de Camões
Deixaste na escrita
Todas as emoções.


A Nação vai viver,
O Reino da União.
Ao Mar Voltarão,
Os filhos de D. Sebastião.


autoria de: Ana Paula Esteves

2009

http://artlira.blogspot.pt/2009/10/os-cavaleiros-da-lusitania.html

Web site desta imagem
ailhaafortunada.blogspot.com

Autoria: Howard David Jonhson

Poema: "Ilha" - por Sofia Sampaio


Com o verde em imensidão
E um areal interminável
Fez da Lua o seu coração
E do seu poder indominável.
Reinam nela animais encantados
Fadas, seres e princesas,
Ogres, elfos e cavalos alados;
Seres de todas as naturezas
E de todos os formatos.
Aqui, a paz é imprescindível
A afinidade e a sinceridade, também
A desordem é indizível,
As armas usadas para o bem
Todas as raças se misturam
Tratam-se todos como irmanados
São os habitantes da ilha Urgzan
A ilha dos seres encantados



Autoria. Sofia Sampaio (BabySuhBr)

2005

1ª Imagem da autoria de: Anne Stokes
www.annestokes.com

2ªimagem da autoria de: Heise Jinyao
http://www.heisejinyao.com




Poema: "O Perfeito Homem Incompleto" - por Florbela de Castro






Há uma clareira num bosque pintado de azul
E a lua cheia, nimbada, mancha de branco o paul.
Um nevoeiro denso envolve a paisagem, como num sonho.
E à excepção de uma leve brisa, o silêncio é medonho.
Mais lá adiante, o céu tinge-se de néon
E daí, trazido pela brisa, ouve-se um ligeiro som;
O restolhar da relva, devido ao orvalho da madrugada
Denuncia, recortando-se no horizonte, uma aparição encantada.
A figura estacou a escassos metros de distância
E revelou ser um homem de ar simples, mas extrema elegância.
Os seus longos cabelos loiros eram ondulados
E a sua pele diáfana tinha reflexos dourados.
O seu rosto de traços perfeitos era cheio de harmonia
E os seus olhos azuis, grandes, claros e límpidos como uma safira.
O alto homem fitou-me sem, no entanto, falar
E começou a conversar comigo, sem a sua boca descerrar.
Sobressaltei-me ao escutar palavras que não eram trazidas pelo vento
Pois era voz grave e calma era-me transmitida por pensamento
Inquiriu-me, então, pausadamente, o que fazia eu naquele lugar
E eu respondi: - Mergulhei no mundo dos sonhos e vim aqui parar.
Interpelei-o sobre o porquê de não articular palavras
Ao que ele respondeu, prontamente, que eu não entenderia nada.
Intrigada, quis saber a razão dessa afirmação
E ele retorquiu que o meu mundo era deturpado e cheio de corrupção
Por isso, os seus habitantes, como eu, não conseguiam compreender
O idioma daquele mundo que eu viera conhecer
O jovem estendeu-me a mão para o seu país me mostrar
E naquele momento reparei que a aurora estava a despontar.
Vi planícies e montes onde o verde-esmeralda era a cor dominante
Mas acho que nem tenho palavras para descrever aquela maravilhosa paisagem luxuriante.
Aqui, a fauna e aflora pareciam mais livres e viçosas
Do que quaisquer outras que eu tivesse lido em romances cor-de-rosa.
Extasiada, opinei que ele vivia num Paraíso;
Contudo, o jovem fitou-me sem esboçar um sorriso.
Indaguei como podia estar tão triste com um mundo tão perfeito, para mim
E o homem confessou que se sentia infeliz assim,
Pois faltava-lhe algo para a sua felicidade colmatar,
Algo que não existia no seu mundo e que ele ansiava encontrar.
Admirada reflecti comigo mesma – “ E vivendo num Paraíso que mais poderá ele querer?”
E ele respondeu, já falando: - “ É que eu sou um Homem e tu uma Mulher!”

Autoria de Florbela de Castro
1996


Web site da imagemdesktopwallpaperhd.com
http://www.desktopwallpaperhd.com/wallpapers/1/314.jpg



do blog: Artlira.blogspot.com
http://artlira.blogspot.pt/2008/09/o-perfeito-homem-incompleto.html

Conto: "O Pintor de Quadros" - Por Florbela de Castro




Nos tempos da Renascença, onde florescia a arte, vivia na Rússia um jovem de origem modesta, que almejava ser pintor. O seu nome era Alexander.

Alexander era magro, de estatura média, pele quase cor de baunilha pálido, olhos amendoados e negros como os seus cabelos ondulados, usava bigode fino e pera.

Apesar de bonito e em idade casadoira, Alexander não arranjava pretendentes, pois interiormente era uma pessoa um pouco fechada e abrupta.
Alexander tinha um sonho: tornar-se um pintor famoso. Porém não tinha posses para frequentar uma academia, nem conhecimentos influentes para se tornar pupilo de algum mestre famoso. Os seus pais também reprovavam essas atividades e apesar do filho ser detentor de um dom nato não o incentivavam a pintar. Ao início Alexander pintava e desenhava às escondidas, mas após seus pais descobrirem, foi instado a abandonar os seus sonhos.

No presente momento, Alexander ficara órfão e como era filho único, sem família, conjecturou voltar a pintar. E como faria para arranjar dinheiro para os materiais? Cedo arquitectou uma forma. Foi vendendo o recheio da casa até quase a esvaziar. A seguir foi pondo mãos à obra, noite e dia, e produziu um quadro de natureza morta. Estava maravilhoso; Alexander admirou até altas horas e por fim adormeceu sonhando em ganhar um bom dinheiro com este.

No dia seguinte acordou bem cedo para ir para a feira levando a sua obra debaixo do braço. A feira estava apinhada, com banca de doces, tecidos, hortaliças, pratas, tamancos e uma profusão de pessoas.

Enquanto se dirigia ao local para vender o seu quadro, Alexander sentia fome e já sonhava deliciado com o deglutir de uma nêspera sumarenta e de um pão com queijo. Ao caminhar tropeçou em várias frutas e até ouviu uma peça de vidro fragmentar-se em mil pedaços "Estes mercadores se não têm cuidado só verão prejuízos no final do diz", pensou ele. Finalmente alguém lhe perguntou o que ele levava ali. Tratava-se de um casal de uma certa idade e de aspecto abastado. Talvez fosse algum meirinho.

-Este quadro retrata uma maravilhosa taça de cristal adornada de belos frutos - anunciou Alexander, virando a tela para o casal de meia idade.

Os seus rostos ficaram sem expressão ao fitar aquela obra enquanto o jovem pintor ostentava um sorriso triunfante. à medida que o abastado cliente transfigurava a sua expressão curiosa numa de ira, o sorriso de Alexander desmaiava no seu rosto.

-Patife! - vociferou o velho - Tomais-me por idiota?? Como ousas querer enganar-me!?

-Enganá-lo, senhor?... - o jovem artista estava perplexo - Se a minha tela não vos agrada... - foi interrompido pelos sorrisos e gargalhadas de sarcasmo de uns e os impropérios iracundos de outros.

Só então o pintor olhou para a sua tela e o que viu fê-lo empalidecer de espanto. Nada havia ns mesma a não ser um fundo castanho escuro que ele tão primorosamente pintara. Mas...como era aquilo possível??...

Alexander estava desnorteado, contudo teve de fugir lestamente para não ser atacado pela multidão. Derrotado e esfomeado, chegou a casa sem compreender o sucedido. Pensou, pensou e por fim adormeceu angustiado, pois dormir já era meio sustento. Ao acordar de manhã uma interrogação tomou forma na sua mente: A taça que se partira e as frutas pelas quais tropeçara na feira seriam as do quadro?

Assomou-lhe então uma ideia à cabeça e sem mais delongas pôs-se a esboçar um quadro onde o tema era uma lauta refeição. Terminou-o já noite alta e extenuado e enfraquecido adormeceu. Acordou de manhãzinha com uma mesa farta e deliciosos aromas. Sim, mesa que ele nem sequer tinha mas que havia desenhado, adornada de uma vistosa toalha vermelha. Vitorioso Alexander atirou-se à bela refeição esfaimado.

A partir dali, ele passou a desenhar as suas refeições diárias e voltou a mobilar a sua casa. Tentou ser discreto com a vizinhança, fazendo-os acreditar que vendia os seus quadros numa vila longínqua. Passaram-se longos meses. O dom tomara a cabeça de Alexander. Este afastara-se da aldeia e, entrando na floresta, havia desenhado um belo palacete com um luxuoso palacete. Depois, criados, belas carruagens e cavalos, magnificas roupas.

Haviam-se passado três anos. Apesar da criadagem, sentia-se só. Lembrou-se então de desenhar uma mulher.



Três dias gastou a desenhar, pintar e aprimorar uma bela mulher. No final Alexander mirou o quadro satisfeito, sentindo-se um Deus, pois brevemente teria a sua Deusa nos seus braços. Aliás, passou o resto do dia admirando a sua obra e a bela mulher; até fez as suas refeições nos seus próprios aposentos para não desfitar os olhos da pintura. Bem sabia que no dia seguinte ela ganharia vida.

Tentou deitar cedo, mas custou-lhe a adormecer. Finalmente mal abriu os olhos, saltou da cama e e deparou-se com a formosa mulher. Esta era de estatura média, delgada, de olhos claros esverdeados, cabelo escuro e ondulado, de beleza delicada mas selvagem; tão genuína era a sua essência que não parecia ter sido inventada por um pintor mas sim diretamente criada por fonte divina.



Alexander permaneceu de olhos esbugalhados a contemplar a linda mulher e imediatamente se viu apaixonado por ela.

A partir daquele dia o homem tornou-se um delicado companheiro da bela Nathalie, de seu nome; presenteava-a com os mais belos vestidos, tecidos, toucados, jóias e perfumes. Brindava-a com finas iguarias, exóticas frutas, deliciosas sobremesas. Conversava e passeava com ela à noite...na realidade, Alexander monologava pois a mulher permanecia sem emitir qualquer som desde que surgira.

Mas o homem, louco de paixão, nem se parecia importar com isso. Por ela pintou mais retratos, casas, jardins, o mundo...Contudo a jovem permanecia calada e reservada, suspirando de vez em quando.

Alexander bem via que a sua paixão não era correspondida e que nada fazia feliz a sua Nathalie. Isso também o deixava infeliz. Porém a paixão dominava-o e só o fazia teimar na sua conquista. Febrilmente pintava presentes magníficos, manjares deliciosos, luxos ostensivos continuamente, mas nada disso trazia o amor de Nathalie…

Desesperado, um dia, interpelou a linda moça do que fazer para a conquistar.

Esta, por fim, respondeu-lhe em voz clara e límpida.

-Amarei aquele que tiver uma alma cristalina e um coração de ouro.

Esta resposta deixou Alexander confuso. Uma alma cristalina?... Um coração de ouro?... Como pintar isso?...

Passou semanas errático e cismático, acabrunhado por não saber como pintar aquilo e torná-lo seu.

Até que um dia ouviu falar numa velha feiticeira que vivia na orla da floresta e resolveu visitá-la apresentando-lhe todo o seu caso.

Esta deu uma gargalhada e disse que a fama de Alexander precedia-o. Pausadamente falou que tinha a solução para ele. A três aldeias dali vivia um rapaz de coração de ouro e alma cristalina e que Alexander só precisava ir buscá-lo e assinar um pacto com ela, lacrado com o seu sangue. Excitado mas ainda confuso, o pintor tartamudeou como iria reconhecer o rapaz e como iria conseguir transferir o que ele queria para ele mesmo.


A velha estendeu-lhe uma pulseira de diamante afirmando que esta brilharia intensamente mal ele se acercasse do rapaz e que à vista desta, o pobre rapaz perderia a reação dando espaço para o pintor lhe colocar a pulseira, fazendo segui-lo fielmente.

-Quanto ao resto, tudo acontecerá naturalmente – respondeu a velha misteriosamente e já atarefada com a elaboração escrita do pacto.

Alexander não imaginava o quão malogrado se tornava naquele momento.



Intrigado ele pôs-se a caminho. Sentia-se, a um tempo, aliviado, esperançado e oprimido. Mas porquê oprimido? Nem ele próprio sabia explicar o que a sua voz interior lhe tentava avisar.


Chegado à aldeia, facilmente conseguiu capturar o maravilhoso rapaz e com ele rumou para o seu palácio. O jovem, de coração de ouro e alma cristalina, possuía uma rara beleza. Pele diáfana, cabelos loiros de reflexos dourados, feições suaves e doces e os olhos eram castanhos, tão claros e límpidos que quase se assemelhavam a ouro em fusão. Era alto, mas não corpulento.


Julgava Alexander que de alguma forma miraculosa os predicados do precioso rapaz passariam para si. Sentia-se poderoso e regozijava-se interiormente com o desfecho.


Contudo o que o pintor não esperava era que Nathalie, quando esta se acercou do rapaz de coração de ouro e alma cristalina, encantara-se por ele. Este parecia corresponder-lhe, tratando-a com simplicidade e dedicação. A cada dia que passava, iam-se tornando mais unidos.


Ferido pelo ciúme e raiva, Alexander congeminava em separá-los e acabou por seguir um impulso desastroso. Decidiu apunhalar vilmente o rapaz, para assim arrancar-lhe o coração e a alma e torna-los definitivamente seus. Não podia suportar aquela afronta!


Um dia avistou-se com o rapaz nos jardins e puxou de uma adaga para tentar desferir um golpe cobarde e fatal. Nesse momento o céu escureceu, trovejou, o palácio desmoronou-se, os criados desapareceram e Nathalie tombou fulminada. Ferido, o rapaz de ouro e alma cristalina bradou:


-Porque fizeste isso. Acaso julgas que uma boa alma se compra ou se rouba?

Logo a seguir fez-se ouvir um riso estridente da feiticeira.


-Incauto! Perdeste tudo e perdeste-te a ti. E porquê? Por um rabo de saia? O amor é para os tolos. – E rindo a bandeiras despregadas, a voz desapareceu.


Aterrado, Alexander balbuciou:

-Mas tu disseste que tudo aconteceria naturalmente.


Contudo foi o rapaz de coração de ouro e alma cristalina que lhe respondeu.

-Sim, e aconteceu. Ao encontrar Nathalie despertei nela o sentido do amor verdadeiro. Nathalie foi criada por ti mas não tinha um coração para amar. No entanto ela é uma parte de ti mas ao encontrar-me aconteceria a fusão com a alma cristalina e o coração de ouro. Agora que atentaste contra a vida o poder de criar já não é mais teu. – E dito isto o rapaz afastou-se, partindo para a floresta.


Alvoraçado e incrédulo, Alexander procurou tintas e pincéis nos escombros, tentando pintar. Porém, após o raiar de um novo dia, nada se transformou.


Agora estava sem dom, sem amor, sem tecto, sem bens, se casa, sem nada.


O jovem pintor vagueou chorando e soluçando dias a fio as suas mágoas e penas. Só queria morrer e após caminhar exaustivamente, deixou-se cair no solo, onde mergulhou num estado febril. Prdeu a noção do tempo.


Assim permaneceu, definhando. Não procurou ajuda, mas também não o podia pois encontrava-se demasiado fraco.


Ali perto ouvia-se rumorejar das águas de um rio, as folhas das árvores dançavam ao sabor do vento produzindo um som fresco; alguns pássaros trinavam nas redondezas.


Por entre os seus olhos enevoados, Alexander julgou vislumbrar umuma silhueta masculina; assemelhava-se a o rapaz de ouro e alma cristalina, contudo parecia rodeá-lo uma auréola luminosa. O rapaz ajudou-o dedicadamente naquele momento de fraqueza e debilidade. Permaneceu o tempo necessário e para além da sua convalescença. Por fim o pintor já se encontrava restabelecido. Durante aquele período de tempo pouco haviam falado, mas a atmosfera entre os dois sempre fora leve e calmante. Porém Alexander pensara muito na sua vida e resolvera partir em peregrinação. Como que lhe lendo os pensamentos, o rapaz perguntou:


- Acaso desejas fugir de ti mesmo?


O jovem de cabelos negros olhou-o perplexo por uns momentos.


-Preciso pensar, encontrar-me. Porque estou vivo?... Qual o meu lugar aqui?... Porque nasci? Eu só queria…


As palavras morreram-lhe na garganta. Engoliu em seco.


- E Natalie?... – perguntou o rapaz suavemente.


- Natahalie está perdida para sempre! – Os seus olhos negros encheram-se de lágrimas - Ela já não está mais entre nós e a culpa é minha! Nathalie está perdida para mim. Não a mereço. Mas também não consigo viver com esta dor. De ora em diante viverei só para expiar as minhas culpas e longe daqui.


E virando-se lentamente para o companheiro, acrescentou:- Apesar de eu não merecer, sei que és especial e podes ajudar-me a concretizar esta minha decisão…


- Alimentares mágoas e culpas não te vai trazer paz interior, nem é o melhor caminho. Contudo respeito a tua decisão. A partir de hoje correrás mundo levando contigo o coração de ouro. Nathalie não está perdida e o Poder Maior conceder-lhe-á a Alma Cristalina e voltará a viver. Nada mais te posso dizer sobre ela. A não ser que consigas fazer a Verdadeira Reunião.

Tal como previsto o ex-pintor correu mundo. Durante anos percorreu países onde a neve era uma constante e outros onde o estio se perlongava; palmilhou montes, montanhas e vales, planícies e planaltos; atravessou rios, lagos, mares e oceanos; conheceu bosques, florestas e desertos.


Ao longo dos tempos conheceu também pessoas de todos os géneros e raças e culturas, sempre sentindo o seu coração de ouro agir como um magneto nesses encontros. Ao início isto parecera-lhe estranho pois ele sempre fora adverso à convivência, mas com o passar dos anos e das aprendizagens, sentia-se unificado com este.


Havendo decorrido 20 anos, Alexander estabelecera-se há cinco anos no Oriente, num Oásis com uma povoação considerável, alojada. Tornara-se vendedor de tecidos e trajava-se como os demais. Apesar do seu ofício, muitas pessoas vinham pedir-lhe conselhos e ouvi-lo falar. A sua fama espalhou-se por terras longínquas. Forasteiros vinham ouvi-lo falar e pedir orientações.


Um dia ouviu-se falar de uma peregrina que teria o dom de curar as pessoas.


Essa peregrina acabou por ocupar lugar como sacerdotisa num tempo na periferia do Oásis. Porém a mesma não era bem vista pela comunidade que murmurava entre si se ela seria realmente uma curandeira ou na verdade uma maga. Dizia-se que os pacientes que a visitavam voltavam fascinados, principalmente os homens.



Isto causou burburinho entre o povo, especialmente nas mulheres e mães de família. Os falatórios rápido subiram de tom. Alexander tentava acalmar o povo que se reunia em ajuntamentos no mercado local. Não conhecia a dita mulher contudo sentia-se no dever de trazer a harmonia e o bom senso à população. Porém desta vez ninguém deu-lhe ouvidos. As desavenças multiplicavam-se em tom crescente até que num dia em que o sol brilhava numa intensidade chamejante, o tumulto aconteceu. Homens viraram-se contra mulheres, famílias discutiam, amigos defrontavam-se, até o caos se instalar definitivamente no mercado. Alexander assistia a tudo estarrecido Os confrontos tornaram-se de tal forma incontroláveis que fizeram deflagrar um incêndio que se propagou por todo o Oásis!


Em pânico centenas de pessoas fugiam para o deserto, tentando salvar haveres e outros conterrâneos. O terror gerado pela violência das labaredas, causara um efeito de choque, levando todos os habitantes à atitude de união. Alexander certificou-se que todos saiam a salvo.


De repente lembrou-se da peregrina. Estaria ainda no Templo já tomado pelas chamas? Correu para lá, cruzando-se com o último grupo de pessoas em fuga. Um dos membros desse grupo, um mendigo, ao vê-lo dirigir-se para o Templo exclamou:

-Vais salvar a mulher de Alma Cristalina? Então tens de correr como o vento. – Alexander esbugalhou os olhos ao som destas palavras.

Seria possível?...


No interior do Tempol, já deserto, encontrou Nathalie desanimada, pegou nela e correu lesto dali. Já fora do alcance das labaredas estacou esbaforido, ansiando que ela acordasse, insuflando ar para os seus pulmões e ela aos poucos voltou a si.


Felizes pelo reencontro conduziram o povo pelo deserto onde a certa altura depararam-se com o rapaz de coração de ouro e alma cristalina.

-Sou um Anjo. – Revelou este – E venho conduzir-vos para a Nova Terra.


Todos exultaram e enquanto o anjo estendeu uma tela, pincéis e uma palete a Alexander, dizendo a este para pintar.


Então o pintor criou uma belíssima cidade como um arco-íris, cuja entrada era uma gruta. Tudo apareceu imediatamente ali no Deserto.


Extasiados e felizes todos festejaram, enquanto Alexander e Nathalie agradeciam ao anjo. Este presenteou-os com uma bola de luz e sorrindo disse:

-Agora sim, está efectuada a fusão do coração de ouro e da alma cristalina porque vocês se reencontraram e estão prontos para se unirem como casal nesta cidade paradisíaca. – E dito isto voou para longe enquanto o casal lhe acenava de mãos dadas.


FIM

Autoria de Florbela de Castro

2011

Autoria das imagens: Heise Jin Yao e Yang Fan respectivamente. 


http://artlira.blogspot.pt/2011/11/o-pintor-de-quadros-2-e-ultima-parte.html 

Pode compartilhar livremente a obra desde que respeite os creditos. Copyright - todos os direitos reservados.

USA for Africa - We Are The World (w/M.Jackson) + Lyrics HQ

HEAL THE WORLD (Cure o Mundo) MICHAEL JACKSON - Tradução

sábado, 19 de maio de 2012

O que são Crianças e Adultos Indigo e Cristal? - Celia Fenn









O que são Crianças e Adultos Indigo e Cristal?Como é que você sabe se você, ou alguém que conhece, é uma criança ou adulto Indigo ou Cristal?




Nós vamos descrever as particularidades e caracteristicas principais destas pessoas. Mas queremos destacar que o fenómeno Indigo/Cristal é o próximo passo na nossa evolução como espécie humana. Nós estamos todos, de certa maneira, nos tornando Indigos e Cristais. Elas estão aqui para nos mostrar o caminho, e por isso a informação pode no geral ser aplicada a todos nós, à medida que nós fazemos a transição para a próxima etapa do nosso crescimento e evolução.




As Crianças Indigo têm encarnado na Terra nos ultimos 100 anos. Os primeiros Indigos eram pioneiros e mostradores de caminho. Depois da Segunda Guerra Mundial, nasceram um numero significante delas, e estes são os adultos Indigo de hoje. No entanto, na década 70 uma onda grande de Indigos nasceu, e por isso agora temos uma geração inteira de Indigos que estão agora nos fins dos seus vinte anos e no principio dos seus trinta anos e que irão tomar o seu lugar como lideres deste mundo. Os Indigos continuaram a nascer até mais ou menos o ano 2000, com mais habilidades e maior grau de sofisticação tecnológico e criativo.




As Crianças Cristais começaram a aparecer no planeta a partir de 2000, embora alguns digam que começaram a aparecer um pouco mais cedo. Estas crianças são extremamente poderosas, e o objetivo principal delas é levar-nos ao próximo nível de evolução, para revelar-nos o nosso poder interior e divindade. Elas funcionam como uma consciência de grupo em vez de individuais, e vivem pela "Lei da Unidade" ou Consciência de Unidade. Elas são uma poderosa força de amor e de paz no planeta.




Os Adultos Indigos e Cristais são compostos de dois grupos. Em primeiro, existe aqueles que nasceram como Indigos e que estão agora fazendo a transição para Cristais. Isto quer dizer que eles passarão por uma transformação espiritual e fisica que acorda a sua consciência "Cristica" ou "Cristal" e que os liga às Crianças Cristais como parte da onda evolucionária de mudança. O segundo grupo são aqueles que nasceram sem estas qualidades, mas que as adquiriram trabalhando arduamente e seguindo diligentemente um caminho espiritual. Sim, isto quer dizer que todos nós temos o potencial de ser parte deste "grupo" emergente de "anjos humanos".




O seguinte extrato descreve a diferença entre Crianças Cristais e Indigos. É do artigo "Crianças Indigos e Cristais" da Doreen Virtue:




A primeira coisa que a maior parte das pessoas observa nas Crianças Cristais são os seus olhos, grandes, penetrantes, e a sua imensa sabedoria. Os olhos delas fixam-se em você e te hipnotizam, enquanto você chega à conclusão que a sua alma está sendo revelada para a criança. Talvez tenha se apercebido desta nova e especial "raça" de crianças que está a povoar rapidamente o nosso planeta. Elas são felizes, encantadoras e inclinadas ao perdão. Esta geração nova de "trabalhadores de luz", tem idades mais ou menos entre os 0 a sete, e são totalmente diferentes das gerações anteriores. Sendo ideal em vários aspectos, elas apontam na direção para onde a humanidade está se dirigindo... e é uma ótima direção!




As crianças mais velhas (aproximadamente com a idade entre os 7 e 25), e que se chamam "Crianças Indigo", partilham algumas caracteristicas com as Crianças Cristais. As duas gerações são bastante sensiveis e psiquicas, e têm objetivos de vida importantes. A maior diferença é o seu temperamento. Indigos têm um espirito de guerreiro, porque o seu propósito coletivo é de esmagar os velhos sistemas que já são inúteis. Elas estão aqui para pôr termo aos sistemas de governo, educacionais e legais que não têm integridade. Para fazer isto elas precisam de temperamentos e determinação impetuosa.




Aqueles adultos que resistem a mudança e que dão valor à conformidade, podem não perceber os Indigos. Elas são frequentemente e erradamente classificadas com diagnósticos psiquiátricos de Transtorno do Déficit de Atenção com HiperAtividade (TDAH) ou Transtorno do Déficit de Atenção (TDA). Infelizmente, porque elas são medicadas, as Indigos frequentemente perdem a sua bela sensibilidade, dádivas espirituais e energia de guerreiro.... Em contraste, as Crianças Cristais são bem-aventuradas e de temperamento uniforme. Claro, podem ter ataques de fúria ocasionalmente, mas a maior parte destas crianças são inclinadas ao perdão e tranquilas. As Cristais são a geração que beneficia da precursão dos Indigos. Primeiro, as Crianças Indigos lideram com uma machete, cortando tudo que não tem integridade. Depois as Crianças Cristais seguem o caminho aberto para um mundo mais seguro e protegido.




Os termos "Indigo" e "Cristal" foram dados a estas gerações porque eles descrevem com precisão as suas cores de aura e de padrões de energia. As Crianças Indigos têm bastante azul-indigo nas suas auras. Esta é a cor do "chacra do terceiro olho", que é o centro de energia localizado na cabeça entre as sobrancelhas. Este chacra regula clarividência, ou a habilidade de se ver energia, visões, e espiritos. Muitas das Crianças Indigos são clarividentes.




As Crianças Cristais têm auras opalescentes, com matizes lindas de pastel com côres múltiplas. Esta geração também demonstra uma fascinação por cristais e pedras.....




As Crianças Indigo podem sentir desonestidade, como um cão pode sentir medo. As Indigos sabem quando estão mentindo para eles, sendo manipuladas, ou sendo tratadas de forma condescendente. E como o seu propósito coletivo é nos introduzir a um novo mundo de integridade, os seus detectores interiores de mentiras são indispensáveis. Com mencionei antes, alguns adultos sentem-se ameaçados por este espirito de guerreiro. E as Indigos são incapazes de se conformar com situações disfuncionais em casa, trabalho ou escola. Elas não têm a habilidade de se desassociar dos seus sentimentos e fingir que está tudo bem... a não ser que estejam medicadas ou com sedativos.




Os dons espirituais inatos das Crianças Cristais são também mal compreendidos. Especificamente, as suas habilidades telepáticas, que as levam a falar mais tarde na vida.




No novo mundo que os Indigos estão introduzindo a nós, estaremos muito mais conscientes dos nossos pensamentos e sentimentos intuitivos. Não contaremos tanto com a palavra escrita ou falada. A comunicação será mais rápida, mais direta e mais honesta, pois será de mente para mente. Já nesta altura podemos ver um número de pessoas, e está a aumentar, que estão a tomar contacto com as suas habilidades psiquicas. O nosso interesse no paranormal nunca esteve tão alto, acompanhado por livros, programas de televisão, e filmes sobre o tópico.




Por isso, não é surpreendente que a geração que se segue aos Indigos, seja incrivelmente telepática. Muitas das Crianças Cristais têm padrões de fala retardada, e não é incomum para elas esperarem até terem 3 ou quatro anos para começar a falar. Mas pais dizem-me que não têm problema nenhum em comunicar com as suas crianças silenciosas. Muito longe disso! Os pais metem-se em conversa mental com as suas Crianças Cristais. E as Cristais usam uma combinação de telepatia, de linguagem gestual própria, e de sons (incluindo canção) para transmitir o seu ponto de vista.




A dificuldade começa quando as Cristais são julgadas por médicos ou educadores como tendo padrões de fala "anormais". Não é coincidência que à medida que o número de Crianças Cristais nascidas aumenta, que o número de diagnósticos de autismo atinge um número recorde.




É verdade que as Crianças Cristais são diferentes das outras gerações. Mas porque é que temos de encontrar razões patológicas para estas diferenças? Se as crianças estão se comunicando com sucesso em casa, e os pais não estão reportando nenhum problema... porque tentar criar problemas? O critério para diagnosticar o autismo é bastante claro. Declara que uma pessoa autista vive no seu próprio mundo, e está desligada das outras pessoas. A pessoa autista não fala por causa de um desinteresse em comunicar com outras pessoas.




As Crianças Cristais são totalmente o oposto. Elas são consideradas como uns dos seres mais ligados, mais comunicativos, mais carinhosos e mais amorosos de qualquer uma das gerações. Também são bastante filosóficas e têm dons espirituais. E elas exibem niveís nunca vistos de bondade e sensibilidade para este mundo. As Crianças Cristais espontaneamente abraçam e preocupam-se com pessoas carentes. Uma pessoa austista não faria isso!




No meu livro "A educação e alimentação das Crianças Cristais", eu escrevi que ADHD (que em português é TDAH para Transtorno do Déficit de Atenção com HiperAtividade) devia significar "Atenção Ligada a uma Dimensão Superior". Isto descreve mais exactamente esta geração. Na mesma veia, as Crianças Cristais não justificam um rótulo de autismo. Elas não são autistas! Elas são FANTÁSTICAS!




Estas crianças merecem respeito, e não rótulos de disfunção. Se há alguém que é disfuncional, são os sistemas que não estão se acomodando a evolução continua da espécie humana. Se nós envergonhamos as nossas crianças com rótulos, ou se as submetemos por medicação, então teremos enfraquecido insidiosamente uma dadiva mandada pelos céus. Nós esmagaremos uma civilização antes que tenha tempo de formar raízes. Afortunadamente, há muitas soluções positivas e alternativas. E o mesmo céu que nos mandou as Crianças Cristais pode nos assistir, nós que defendemos estas crianças........


http://starchildglobal.com/portuguesa/articles/what-pt.html




Web site desta imagem
vamospensar2012.blogspot.com

Eclipse solar, Plêiades, Vênus e alinhamentos! Asthar Sheran fala sobre 20 de maio de 2012



Saudações!

Eu Sou Asthar Sheran.

Venho em Missão de Paz, a pedido de Melquisedeque, enviar a Minha mensagem, a fim de clarear os seus pensamentos a respeito dos próximos acontecimentos na Terra.

Grande é este momento!

Vocês escolheram o “ano 2012” como um marco importante para a existência Humana.

A Terra vive uma Transição de Consciência, que levará a todos para níveis mais elevados de existência.



A Humanidade, o eclipse solar, as plêiades e os alinhamentos planetários

Há uma diferença entre nós: não valorizamos certos eventos tanto quanto vocês.

Para Nós, todos os eventos são importantes, pois todos foram planejados com a finalidade de elevar a Terra e a Humanidade, a fim de que saiam do isolamento galáctico para reassumirem o seu Verdadeiro lugar na Comunidade de Povos Intergalácticos.



Ascensão: um eterno caminho

Se observarem bem, verão que a centenas de anos vocês estão trilhando o caminho do retorno: o retorno àquilo que verdadeiramente “são”, o retorno da Divindade em si mesmos, o retorno ao Lar – de onde nunca deveriam ter saído.

Diversos foram os eventos com o objetivo do Despertar Humano e a Ascensão da Terra e da Humanidade.

Desejo que saibam que os eventos astronômicos anunciados para os próximos dias fazem parte de mais um grupo de eventos destinados a este mesmo objetivo.

Mais um evento, apenas mais um!

O processo de Ascensão nunca termina, até mesmo para Mim há um processo de Ascensão “em curso”.



Estão previstas mudanças muito bruscas na Terra?

Desejo que saibam que estes eventos não são, nem de longe, os eventos repentinos de deslocamento brusco da Terra, que alguns estão a esperar.

Também não são os eventos finais de Ascensão, como estão pensando.

Saibam que vocês escolheram com seus Eus Superiores realizarem uma Ascensão suave.

Gaia, o Ser Espiritual que habita o corpo da Terra, decidiu – por Amor a seus Filhos, realizar uma Transição suave.

E assim não haverá nenhum deslocamento brusco como pensam.



A Humanidade escolheu fazer a Transição

Vocês fizeram escolhas há muito, muito tempo.

Suas escolhas não são escolhas de hoje. Suas escolhas foram feitas há eras e eras atrás.



O Plano Divino para a Terra e a Humanidade

Todos os eventos são partes de um Plano Divino, supervisado por Mim, Cristo, Buda, Sanat Kumara – e os Kumaras – e Arcanjo Miguel, que envolve muitos da Irmandade da Luz para garantir que suas escolhas sejam cumpridas.

Estamos aqui apenas para apoiá-los. Vocês são os Seres mais ativos no processo.

Vocês são os personagens principais e Nós somos apenas os coadjuvantes, devidamente preparados para trazer-lhes os recursos necessários para uma Transição tranquila e cheia de alegrias.

E assim, vocês vivenciaram, ao longo de centenas de anos, diversos eventos cujo único propósito foi retirar suas consciências da escuridão, a fim de inserirem-se num próximo nível de existência.



O medo impede a Humanidade de sentir a Perfeita Ordem Divina

Alguns de vocês se sentem assustados porque ainda estão a entender o mundo a partir de um ego primitivo e medroso, pois estão acostumados a sofrer e a ver problemas em tudo.

Há uma imensa dificuldade em perceber uma Ordem Perfeita e Divina por trás de cada evento.

E Nós os incentivamos a reformularem as suas mentes, a fim de que saibam que há um enorme objetivo por trás de cada acontecimento.


Eclipse solar, as plêiades e a sombra emocional

Estamos a incentivá-los a limparem os seus campos emocionais e mentais, que estão cheios de limites, dores e sofrimentos.

São as suas emoções e as suas mentes que os colocam diante da dor e do sofrimento.

Vemos que vocês sentem medo até mesmo das suas próprias emoções!



Eclipse solar associada a força das plêiades: percepção de certas emoções

Os eventos anunciados estão trazendo mais uma possibilidade de reverem seus aspetos emocionais e mentais que os aprisionam.

Devem perceber as emoções e os pensamentos que virão à superfície de seus Seres, durante e após o Eclipse Solar, pois a sombra do eclipse na Terra vai mostrar a sua própria sombra, no coletivo e no individual também.

E a forte Luz que se fará após os minutos de escuridão, irá ressaltar o que ainda necessita ser transformado dentro de si mesmos.

Não é preciso que se faça esse processo em dor e sofrimento. Basta que aceitem a ideia de que há certas emoções que não estão mais condizentes com a atual realidade planetária e coloquem-se a dissolvê-las.

A Terra já possui muitos recursos para os auxiliarem nisso. Sugiro que não mais coloquem nas gavetas o que é preciso dissolver.



E depois do Eclipse Solar?

A partir do eclipse Solar, viverão 16 dias de intenso “trabalho” interno, mais precisamente em seus campos emocionais.

Serão 16 dias de muita Ação para a Irmandade da Luz, pois estaremos focados em despertar muitos e muitos, encaminhar muitos e muitos.

Todos os níveis que habitam a Terra estarão se beneficiando, até mesmo os desencarnados que ainda estão nas orbes terrestres.

Desejamos despertar tantos quantos for possível.



Será que posso ajudar?

Aqueles de vocês já despertos, aqueles que já estãohá algum tempo trabalhando para equilibrar seus sistemas de quatro corpos inferiores, estarão nos auxiliando, cada qual em sua melhor habilidade. Nós contamos com diversos ajudantes.

E lembro-lhes que para que essa ajuda possa ser efetiva, é preciso que se mantenham equilibrados e centrados na Divina Presença Eu Sou, que se coloquem em conexão com os Criadores – Pai e Mães Divinos – através de orações, meditações e vibrações positivas durante todo o tempo.



Vênus e o Amor: energias coordenadas por Sanat Kumara

Após esses 16 dias, vocês receberão um jorro enorme de energia Amorosa provenientes de Vênus, que irá atuar no Centro Cardíaco, reativando e expandindo a Chama Trina em muitos de vocês.

Orientadas pelo próprio Sanat Kumara e Sua Equipe, as vibrações Amorosas serão intensas e sugiro que se abram para sentir mais Amor por tudo e por todos!

Neste momento, quanto mais puderem desfrutar de todas as formas de Amor, mais sentirão a Força deste momento.

Todas as formas de Amor enviadas para a Terra serão bem vindas!

Todas as formas de Amor direcionadas a si mesmos serão de grande ajuda para todos os seus Irmãos na Terra.

A mensagem final é, e sempre foi: Amor para todos os lados. É assim que vocês entrarão em sintonia com o Cristo e com todo o Universo Crístico.



Após eclipse Solar e o trânsito de Vênus, mudanças positivas

Depois disso, percebam a melhoria na qualidade da energia do planeta e em suas vidas diárias. Fiquem atentos para as mudanças que já começaram e para as que estarão se apresentando. Todas serão positivas!

É fato que vivem momentos importantes! Alinhamentos astronômicos são apenas mais um evento para lhes estimular a realizarem o “alinhamento interno” a que se propuseram fazer.

São apenas mais alguns recursos de transformação e Nós usamos todos estes momentos para elevar aqueles que já estão no caminho e para despertar aqueles que ainda estão dormindo.



Todos os dias são dias de conexões elevadas

Todos os dias atuais são dias importantes para a Humanidade, dias de muita Luz e dias da chegada de muita energia brilhante na Terra.

Desejo que façam suas conexões diárias com seus Seres de Luz, a fim de que todos os dias sejam dias especiais, assim como durante a ocorrência desses eventos.

Percebemos que alguns retornam para seus limites tridimensionais tão logo esses eventos terminam. Os seus Seres de Luz desejam ardentemente fazer parte do dia-a-dia na Terra!



O que você precisa fazer para alinhar-se com o Centro da Galáxia?

Estamos aqui para auxiliá-los e desejo que percebam que devem priorizar o “alinhamento interno” primeiramente, pois isto é requisito fundamental para alinharem-se com o Centro da Galáxia posteriormente.

Queremos que percebam que tudo está em suas mãos.



Oração, meditação e vibrações positivas


A 5ª. Dimensão já é uma realidade e vocês precisam desvencilhar-se de tudo o que os prende ainda em velhos padrões tridimensionais.

Há que iniciarem uma jornada para saírem do pensamento linear.

Dediquem-se a orar e a meditar nestes dias.

Reúnam-se em grupos para meditar e para vibrar positivamente por si mesmos e pela Terra.



Importante:

Trabalhem seus medos internos, e saibam que medo é uma forma muito primitiva de sentimento. Vocês já não precisam mais disso!



A Terra e a Humanidade de Luz estão protegidas

Percebam-se como Seres de Luz, protegidos por Forças Maiores que os Ama Incondicionalmente!

Como comandante responsável pela Segurança da Terra, digo que vocês seguem em segurança para os seus mais Divinos Propósitos.

Peço que abram seus olhos para enxergarem além e vejam a Terra como uma parte integral de um Universo Crístico.



Desejamos vê-los acessando as Dimensões Superiores Consciência: Agora!

Em Paz, Harmonia e Tranquilidade!

Asthar Sheran,
A serviço de Arcanjo Miguel e de Melquisedeque.
Através de Tania Resende,
em 18/maio/2012.



Você gostaria de compartilhar?

Se optar por copiar e colar, não se esqueça de copiar também os créditos e links.

terça-feira, 15 de maio de 2012

"O Despertar do Guerreiro Sagrado" - Excertos de um texto de autoria de André Louro de Almeida"




 "Falar sobre sexualidade, ou falar sobre purificação, ou sobre sobrevivência, é todo um universo. Ao mesmo tempo que eu percebo que aquilo é colocado à minha frente - o que quer que seja - porque o Divino conhece as minhas reais necessidades, e nós estamos a falar de uma coisa que é inteiramente hormonal, ligado à imaginação, ligado ao nosso poder de criar com a mente, ligado às nossas carências afectivas. A palavra sexo é tão vaga, eu sou capaz de imaginar 500 coisas que as pessoas chamam sexo, nenhuma delas é sexo. Nós somos vítimas de uma educação vitoriana, puritana, errada. O meio termo fica no amor. O meio termo é assim: sexo sem rosto, é Marte; sexo com rosto é Vénus. É toda a diferença entre pornografia, erotismo, e erotismo superior. Sexo com olhos que brilham e agradecem de felicidade, é amor. Depois do judaico-cristianismo ter posto a parra a nível genital, veio a sociedade contemporânea e pôs a parra no rosto. Todo o paradigma da pornografia consiste em pôr uma parra no rosto. As funções do corpo, do corpo astral e da mente devem propiciar a obra do Divino. Se tu sais de uma refeição com uma dor de estômago e com a sensação que acabaste de fazer uma estupidez nutricional, tu comeste demais e comeste o que não devias. Se eu me envolvo sexualmente com indivíduos que correspondem ao meu processo, se o meu ser interno esteve presente naquele acto sexual e o ser interno do outro também esteve presente, eu saio dessa experiência energizado. Sexualidade que te energiza, que abre o teu coração e que te põe na varanda a olhar para os passarinhos, é uma sexualidade do espírito. Uma sexualidade que te desvitaliza e que corta a tua sensação de norteamento, social, psicológico e espiritual, é uma sexualidade que o teu ser interno não está a reconhecer. O tantra é uma disciplina altíssima, que implica uma qualificação total do desejo. Os casais da nova Terra vão utilizar elementos tântricos, na proporção em que eles são necessários para a descida do novo casal. O verdadeiro tantra é uma coisa que os ocidentais terão sempre muita dificuldade em compreender, porque é a sacralização da energia sexual, isso vai ser realizado por esta humanidade. O verdadeiro tantra, fazer amor ou não fazer amor é rigorosamente igual. O trabalho deste ser em formação é que ele está a ser purificado nos seus corpos, está sendo trazido do limbo dos automatismos para zonas de consciência cada vez mais abrangentes. Tudo passa a ser um acto consciente cada vez mais. Nós temos actos no dia a dia perfeitamente automáticos, e o que os Irmãos estão a preparar em nós é ultra consciência a cada momento. Estar desperto, e não automático. A energia sexual continua a manifestar-se nas regiões que exprimem essa energia, o que se passa, é que a tua consciência vive essa descida da energia para essa zona laranja, procriativa, mas a consciência não desce. O problema dos Mestres em relação ao abuso dessas zonas do ser, é porque elas estão sendo utilizadas da forma antiga, elas fazem com que a consciência desça. Eu preciso de manter a minha consciência límpida. A consciência está sendo transformada num diamante e ela não deve ser nunca, por nenhum motivo, opalecida. Esses estados de consciência que não querem que a Terra evolua, essas forças involutivas presentes neste planeta disseram: "isto é um planeta sexual"! Utilizando uma linguagem simbólica, o que aconteceu é que a pérola da sexualidade foi roubada pelas forças involutivas e guardada por uma serpente no fundo de uma caverna. As forças involutivas não se interessam nada com o que tu andas a fazer com os teus genitais, elas ficam todas contentes é porque cada vez que tu vais para essa zona do teu ser a tua vibração desce, a Hierarquia depois não consegue contactar contigo e tu ficas enclausurado nessa zona. Este é que é o ponto. As forças involutivas não focalizam actos, elas focalizam vibração. Agora, existe uma sexualidade sagrada, existe uma alimentação sagrada, existe. Aquilo que nós já fazemos com a alimentação, que é comer com gratidão, comer consciente que aquele alimento é uma parte da formação do nosso templo físico, tu vais pondo de parte aquilo que não sentes que te corrresponde, até que há um momento em que pura e simplesmente aquilo é a tua alimentação exacta. E quando tu comes, comes com gratidão, com consciência da subtileza daquilo, com consciência de ausência de carma que aquela alimentação tem. Com a sexualidade é a mesma coisa. Eu preciso de me interessar cada vez mais por tarefas altruístas, por tarefas que digam respeito à luz dos outros, porque uma boa parte das forças dos corpos que vivem na zona subdiafragmática através do trabalho altruísta sobem para o coração e exprimem-se através do chacra laríngio isso é a verdadeira transmutação da força. Há pessoas com imensa energia básica, isso é fantástico porque esses indivíduos têm muito para dar a nível da implantação da luz na Terra. De onde é que vem a energia? Quando se fala de energia sexual de onde é que ela vem? Ela vem do Divino através do chacra básico da Terra. Tu podes excitar a energia sexual no sentido espiritual, em oração, porque se eu não estou aberto para o espírito, essa energia ao subir vai suprimir as zonas que lhe correspondem em termos biológicos. É fundamental eu viver uma vida de oração para que haja espiritualidade, e se eu tenho essa vida de oração, gradualmente a energia básica encontra o seu caminho para se exprimir através do chacra cardíaco, depois através do chacra laríngio e assim sucessivamente. Qualquer força subdiafragmática, qualquer força básica em nós é um discípulo teu. A tua potência, a tua raiva, a tua sexualidade, a tua necessidade de te experimentares, tudo isso tem que estar incluído em ti, mas tem que encontrar uma ondulação pela qual vai pertencendo cada vez mais ao Divino até que tu chegas à condição de krishna que é o arqueiro que dispara uma flecha. Este trabalho tem a ver com o guerreiro carmim. Nos próximos dez anos, centenas de milhar de seres humanos vão receber a 1ª, a 2ª, e a 3ª iniciação. Neste momento, há três ou quatro obstáculos e um deles é que nós ainda não conseguimos ser suficientemente sinceros, para que a força do 1º raio monádico possa trabalhar através de nós. 1º Raio, igual a sinceridade. Agora, como a sinceridade é uma coisa à qual nós não estamos habituados porque nós vivemos numa sociedade cosmética, nós vivemos constantemente a tentar convencer alguém de alguma coisa, em vez de te convenceres a ti a caminhares como o Divino, e depois tudo acontece por acréscimo, como eu não estou a fazer esse trabalho, a sinceridade transformou-se numa espécie de meditação para nós. Para eu poder ser claro, absoluto e sincero com a minha relação com o espírito, passa por eu fazer meditação, porque a estática social, a estática entre as pessoas, a troca de elementais de baixa qualidade entre os seres humanos é tão constante, que nos esquecemos que isso existe. 



(...) André Louro de Almeida

imagem de autor: Alex Grey

Love Is A Cosmic Force


www.alexgrey.com

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Ordem de Maria Madalena - Sagrado Feminino do Cristo - Canalização de Isaura Campos 10-11-2011 - México




Toda a força está em Vós na Unidade do Espírito Santo.


Transladais o Fogo Sagrado do Espírito para o Mundo.


O Mundo precisa de Vós para ser purificado através do Amor.


O Sagrado Feminino é o Amor a preencher o vosso Cálice.


Derramai esse Fogo amoroso em todos os lugares pelos quais passais.


Que nada, nem alguém, vos demova da vossa Missão de Vida.


Sois amparadas e ajudadas em todo o Processo. Ficai atentas. Nós somos em Vós, somos UNIDADE!


Tranquilizem o Vosso coração para que possam processar tudo o que vos é pedido. A vossa Verdadeira Jornada só agora começa! Até agora foi aprendizagem e limpeza e desta a Libertação. Daqui para a frente vereis somente a irradiação do vosso coração em TUDO e em TODOS, o AMOR!


VÓS SOIS AMOR!


Colocai toda a vossa atenção em Vosso Centro,ancorem-se e Caminhem. Este caminho de que vos falo,leva-vos de volta ao Lar. A Porta está aberta, convido-Vos a entrar.


A Força da Vida é em todos os meus Filhos, alguns esquecem-se de a alimentar, é a esses que vos envio para poderem despertar.


Convoquem todas as Forças Hierárquicas para que se "postem" à vossa volta e ide por TODO O MUNDO sem medo. Esta vibração já não faz parte da vossa energia, deixai-a ir e vibrem somente a coragem e a confiança. Que nada vos distraia do que há para realizar.


Coloquem todo o vosso Amor no vosso trabalho e avancem com Guerreiras ao Serviço do Bem Maior dando o verdadeiro testemunho do Graal... o AMOR!


Irradiem Luz e sejam em Paz!


EU SOU O ESPÍRITO LIVRE, O SAGRADO FEMININO!


A MÃE DIVINA!


Amo-vos e cubro a Todas com meu manto de Luz.


(São treze as qualidades da Mãe Divina.Vós sois 13, cada qual com a sua virtude a completarem o Círculo)








À minha amada "mãe" Isaura, gratidão.


Vitória



Ler mais: http://www.plataformaavataresdocristo.com/news/ordem-de-maria-madalena-sagrado-feminino-do-cristo-canaliza%c3%a7ao-de-isaura-campos-10-11-2011-mexico/





 The Goddess of the Sky - Watching from beyond the Celestial Veil
Oil on Canvasboard, 24 x 16 in., © 2002

Air School Encontros 17 - André Louro de Almeida


Watch live streaming video from airencontros17 at livestream.com