quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Poema a Portugal - Johanna Samna


 Recebido intuitivamente por Johanna Samna



Amado Portugal


Lar de lutas e conquistas


Imploro-te que não baixes os braços


E que nunca, nunca desistas



De erguer, elevada aos céus,


A espada que é tua por direito,


E que urge, ardente, inflamada


Pelo fogo que arde no peito



Despertemos, irmãos de luta,


Cavaleiros de Coração Sagrado,


Gritemos pelos nossos Dragões,


Reconquistemos o nosso Portugal honrado!





Autor da imagem: Jonathon Earl Bowser
Artwork © Jonathon Earl Bowser - www.JonathonArt.com





Site dessa imagem
vi.sualize.us

Sem comentários: