sábado, 18 de fevereiro de 2012

A Origem da Irmandade dos 7 Raios







A Origem da Irmandade dos 7 Raios



Lemúria é o nome da última parte do grande continente Mu do Pacífico.
A destruição de Mu e o seu afundamento começou há 30.000 anos a.C. Esta ação continuou durante muitos milhares de anos até que a parte final da velha Mu, conhecida como Lemúria foi também submersa numa série de novos desastres que se consumaram entre 10.000 e 12.000 anos a.C. Isto aconteceu pouco antes da destruição de Poseidonis, a última reminiscência do continente Atlântico, a Atlântida.
O Senhor Aramu-Muru (Deus Meru), foi um dos grandes sábios Lemurianos e o Guardião dos Pergaminhos, durante os dias lúgubres de Mu.
Era de pleno conhecimento dos Senhores da Lemúria que uma catástrofe final causaria ondas razantes para arrastar a última parte das suas terras às profundezas do mar irado e do esquecimento.
Os Mestres e Santos que trabalhavam na Senda Direita começaram a reunir os preciosos arquivos e documentos das bibliotecas de Lemúria. Cada Mestre foi escolhido pela Assembléia da Grande Hierarquia Branca para ir a uma região diferente do mundo, onde, em segurança pudesse estabelecer uma Escola da Antiga e Arcana Sabedoria, a fim de, assim preservar o conhecimento científico e espiritual do passado.
O Senhor Muru, como um dos mestres da Lemúria, foi escolhido pela Hierarquia para levar os pergaminhos sagrados, em seu poder, juntamente com o enorme Disco Dourado do Sol, para a área montanhosa de lago recentemente formado e que, hoje é conhecida como América do Sul. Aqui ele guardaria e manteria o foco da chama da iluminação.
Enquanto as porções finais do antigo continente desmoronavam no Oceano Pacífico, uma terrível catástrofe devastava toda a terra. Surgiu, nesta altura, a Cordilheira dos Andes que desfigurou a costa ocidental da América do Sul.
A antiga cidade de Tiahuanaco (Bolívia) era nesse tempo uma grande porto de mar e cidade colonial do Império Lemuriano de grande esplendor e importância para a Terra-Mãe. Durante os cataclismas subsequentes ela foi erguida do nível do mar para um alto planalto árido, acossado pelos ventos, e de um clima tropical ameno passou a um clima frio, quase ártico. Antes disto acontecer o Lago Titicaca não existia, hoje, é o mais alto lago navegável do mundo, cerca de 4.000 metros acima do nível do mar.
Assim, foi a um lago recentemente formado que o Senhor Muru chegou desde a submersa Lemúria. Neste lugar, agora conhecido como Lago Titicaca, surgiu o Mosteiro da Irmandade dos Sete Raios, organizado e perpetuado por Aramu-Muru.
Os outros Mestres da Lemúria, o Continente Perdido, rumaram para outras partes do mundo e, aí, estabeleceram Escolas de Mistério para que a Humanidade pudesse ter, através de todos os tempos, o conhecimento secreto, oculto, não perdido mas escondido, até que os seus filhos tivessem progredido espiritualmente a fim de estudarem e usarem novamente as Verdades Divinas.
A Ciência Secreta de Adona, Atlântida e de outras civilizações do mundo altamente adiantadas pode, hoje, ser encontrada nas bibliotecas destas escolas, pois estas civilizações enviaram, também, homens sábios para fundarem Retiros Interiores e Santuários através do mundo.
Tais Retiros têm estado sob a orientação e tutela diretas da Grande Fraternidade Branca, a Hieraquia dos Mentores da Terra.


Estes são trechos de um capítulo do livro "A Irmandade dos Sete Raios" (Secret of the Andes), de Brother Philip,1971 - Editorial Minerva.
Capa do livro por: Pedro Metello


Mais sobre o Lago Titicaca e outros pontos do planeta que são considerados "os chakras da Terra" em: A Y-Guaçu Secreta (em português), Hermandad Blanca (em espanhol) e Earthchakras (em inglês).

Links utilizados nesta postagem
http://yscict.blogspot.com/2007/01/ndice.html
http://hermandadblanca.org/2009/07/12/los-chakras-de-la-tierra-por-robert-coon/
http://www.earthchakras.org/1989-2008.php

Leia mais: http://arcanodezenove.blogspot.com/2010/01/irmandade-dos-sete-raios.html#ixzz1mjoHVcQ0


http://arcanodezenove.blogspot.com/2010/01/irmandade-dos-sete-raios.html





IRMANDADE DOS SETE RAIOS
Resumo- 1ª. parte

1- FRATERNIDADE BRANCA- a responsabilidade dos mestres em zelar pelos arquivos secretos e por todo o conhecimento adquirido pela humanidade. São mestres encarnados e mestres desencarnados.
2- ESCOLA DA ANTIGA E ARCANA SABEDORIA – somos o produto de quatro grandes raças antigas, ( ao todo eram 21 raças), das quais 17 evoluíram e ascenderam para a quarta e quinta dimensão.
Esses ensinamentos secretos foram preservados e transmitidos através das antigas escolas de mistérios, ou Shangrillás.
3- MESTRE MERÚ- responsável por arquivar esses conhecimentos, e de forma especial gravando-os nos diversos cristais da face da terra. Era mestre da fraternidade branca, e edifica um templo no lago sagrado Titicaca, na Bolívia. Foi guardião dos pergaminhos sagrados. (Aramu-Meru).
4- CALENDÁRIO ASTECA- registra fatos ocorridos no início da colonização, e vai até o ano de 2026
Supõem-se que antigos sacerdotes mantinham contacto com os sobreviventes das outras 17 civilizações transoceânicas e intraterrenas, que evoluíram para outras dimensões.
5- LEMÚRIA- o início de tudo, dá origem à raça atual., constituía uma parte do conhecido continente de MÚ, cujos remanescentes são as ilhas do Pacífico Sul ( a ilha de Páscoa).
6- PLATÃO já nos relatava sobre possíveis cataclismos ocorridos talvez mais ou menos a 10 / 12 mil anos a. C. –( Poseidon).
7- AÇORES, e ilha do PICO, como remanescentes da Atlantida.
8- TIHUANACO, como antigo porto marítimo dos lemurianos.
9- LAGO TITICACA, uma fossa abissal antiga, onde o Mestre Meru, estabelece o seu templo etérico e físico, e o surgimento da Irmandade dos Sete Raios.
OBJETIVO- evoluir e aumentar o diapasão mental do ser humano. Acelerar o processo e criar escolas pólos como focos do conhecimento secreto.
10-CIVILIZAÇÃO NODIANA- era uma raça de arquitectos que viveu na terra antes da construção das pirâmides, conviveram com os lemurianos e que depois partiram.
11-TEMPLOS EGÍPCIOS
12-KALI YUGA- o mau uso das energias mentais, desencadearam tormentas telúricas, cataclismos, e a ira dos elementais que são os guardiães das espécies florais.
13-ERA DE PEIXES – era do amor – Jesus de Nazareno, mestre do 6o raio e responsável pela era de peixes.
14-ERA DE AQUÁRIO-
Maio de 1954 – início da nova era de aquário, era de liberdade – 2000 anos de duração – Saint Germain, mestre do 7o raio e da nova era. Conquista do “eu sou”, do eu imortal, a presença manifesta do poder divino.
15-CINTURÕES de fótons que estão sendo direccionados para a terra, desde 1953 – 13o raio
16-CIDADES SAGRADAS- ADONA- concentração absoluta de conhecimento esotérico.
17-RAIOS PRIMORDIAIS- a identificação de cada ser humano com cada um deles, os tipos psicológicos de cada raio.
18-CARACTERÍSTICAS , MESTRES , ARCANJOS e ELOHINS de cada raio:-
a-AZUL – EL MORYA E MÍRIAM – MIGUEL E FÉ – HÉRCULES E AMAZON
“VONTADE DE DEUS”
b-DOURADO - LANTO E KWAN YIN – JOFIEL E CONSTÂNCIA – CASSIOPÉIA E MINERVA
“ SABEDORIA “
c-ROSA – ROWENA E PAULO VERONESY - SAMUEL E CARIDADE – ORIÓN E ANGÉLICA
“ ADORAÇÃO”
d-BRANCO - SERÁPIS BEY E LIS - GABRIEL E ESPERANÇA – CLARIDADE E ASTRÉIA
e-VERDE - HILARIÓN E MATILDE - RAFAEL E MÃE MARIA - CÍCLOPE E VISTA
“DEDICAÇÃO/VERDADE/JUSTIÇA”
f-RUBI-DOURADO - NADA E TUDO - URIEL E GRAÇA - PAZ E PACÍFICA
“ CONTEMPLAÇÃO/PAZ/DESAPEGO”
g-VIOLETA - SAINT GERMAIN E PORFIA - EZEQUIEL E SANTA AMETISTA- ARCTUROS E RÍTMICA
“LIBERTAÇÃO/TRANSMUTAÇÃO”
19-SANTÍSSIMA TRINDADE –
“PAI” – o senhor do mundo – acção e criação
“FILHO” – o senhor da Compaixão- Buda/Cristo – manter a chama acesa em cada coração
“ESPÍRITO SANTO”- o instrutor do mundo – o grande arquitecto que orienta as religiões e o uso correcto da energia.
20-MAHA CHOAN E CHOANS – instrutores do mundo (grande director e director, responsável pela irmandade dos sete raios.
Sanat Kumara – até 1956 - Gautama Buda, considerado o “Cristo Cósmico” de 1956 até.......
21-OBJETIVOS DO SENHOR DO MUNDO –
a) -chefiar a hierarquia espiritual
b- redireccionar as energias recebidas do cérebro divino, para os instrutores e senhores do Karma
c-irradiar e manter o amor divino na alma do homem
d-transmitir os ensinamentos essenciais e amparar a alma humana.
Sanat Kumara, regressou à Vénus em 1956
22-GAUTAMA BUDA, assume como o novo Senhor do Mundo .
OBJETIVO- o desenvolvimento da consciência humana para penetrar uma nova dimensão, a Búdica/Crística, a consciência iluminada - ( 14.000 anos de duração no novo processo).
Buda/Cristo, englobam sete personalidades.
23-ANO DE 1956 – importância:-
a- estabelecer retiros externos na terra
b-revelação de mistérios antigos
c-elevação das vibrações nos retiros interiores para poder entrar em ressonância com a hierarquia.
24-SETE RAIOS E SETE TEMPLOS DE INICIAÇÃO OU PURIFICAÇÃO:-
a- AZUL – dissolver os defeitos do carácter e desenvolver a submissão voluntária
b-DOURADO – aprendizado da lei de causa e efeito e desenvolver o potencial do bem
c-ROSA- aprendizado do convívio e da harmonização dos contrários.Desenvolver a misericórdia e a bondade
d-BRANCO- desenvolver a pureza de coração, a doação e a neutralidade. O aprendizado do libertar-se das vaidades
e-VERDE – desenvolver a adoração e a entrega absoluta para podermos penetrar o Sanctum Sanctorum
f-RUBI-DOURADO – desenvolver a humildade, o serviço e a compaixão
g- VIOLETA – desenvolver a aceitação, para tornarmo-nos mestres de nós mesmos e da própria vida, enfim alcançar a Maestria.
A TERRA- a verdadeira história do planeta que foi preparado para uma importante experiência, e que quando tudo estava preparado foi implantado nesse sistema, por desejo do Grande Arquiteto do Universo, com a ajuda de seres criadores e criativos, conhecidos por
Laponadeks e Voradeks. Foi retirada do Sol de Sírius e transportada para a periferia da constelação de Órion. Fomos colonizados por seres extraplanetários que geneticamente desenvolveram essa raça de homens-deuses, para evoluírem e se transformarem em Deuses-homem.
25-CRIAÇÃO DO SOL ARTIFICIAL- uma astronave que mudava de posição conforme a necessidade. Podemos relacioná-la com a Porta do Sol e o disco solar dos Aztecas e peruanos.
26-AJUSTE DE ÓRBITA E PÓLO MAGNÉTICO- mesmo assim houveram colisões. Conta a história que um planeta- Maldek, explodiu entre Marte e Júpiter – asteróides.
De Maldek, veio Melquisedeque.
27-UNIVERSO TETA – 9a dimensão ( 8o universo do pensamento puro) onde reina a luz, a energia pura e para onde se foram os ELS quando conseguiram libertar-se da fisicalidade. Porém alguns permanecem.
Esse universo está representado por um raio permanente que penetra no sistema através de dois portais, que são:-
a) o portal do Himalaia, de pulsão masculina - ciclope elohim Himalaia
b) o portal do lago Titicaca ou Blue Lagum, de pulsão feminina – ciclope e mestre Mera.
Aos poucos somos libertados de Malkut em direcção à Yesod
28-ZONA ESTELAR DE NEBADON- URANTIA – onde estão registrados os arquivos secretos com a nossa história, ou seja a história do planeta CHAN e de seus habitantes. Algumas pessoas conseguem penetrar nessa dimensão e fazer a leitura desses registros acásicos.
29- MESTRE MERU E ELOHINS, estão encarregados de redireccionar o planeta nesta nova era, em direcção à 4a dimensão.
30-ORGANIGRAMA- a herança da humanidade e a possibilidade de evolução
31-2026- herança kármica –
a-subordinação do planeta à lei de causa e efeito – cataclismos – aquecimento da calota polar, guerras, terremotos e maremotos, invasão de formas- pensamentos...
b-mudança de inclinação do eixo terrestre e passagem do astro intruso.
32-ESOTERISMO- todos empenhados e irmanados para que o resgate seja o menos doloroso possível
a-A Royal Teton– Monte Shasta
b-A Irmandade do Manto Dourado
c-Os Rosae-Crucis- Amorc
d-A Irmandade dos Sete Raios
33-ORDENS MAIS ANTIGAS:-
a-ordem Ametistina – ( criada pelos essênios) – Saint- Germain e Nada
b-ordem Melquisedeque
c-ordem Rosae-Crucis- Amorc
d-ordem da Mão- Vermelha –( guardiã dos segredos da humanidade)
e-ordem do Monte Carmelo
f-ordem do Santo Graal
34-O ELDORADO AMAZÔNICO- a LENDA DE PAI-TITI- a herança do Pai para o Filho, ainda aguardam a redescoberta desse Eldorado
35-GRUPO EXPEDICIONÁRIO DE ABADIA- 1957 direcionados pelos Mão- Vermelha, marcharam para Marcahuasi, nos Andes, e encontraram a mitológica floresta sagrada, já conhecida dos Hoancos, que foram vencidos pelos incas, cujo rei Hatualpa reencarnaria em determinadas épocas e por isto foi morto por Pizarro.
36-EDIFICAÇÃO DE SHAMBALLA, por Sanat Kumara e seus 30 seres espiritualmente elevados – 1000 anos
OBJETIVO- ativar a luz espiritual dentro de cada ser, a Chama Trina. Foi auxiliado pelos Brahma-Kumaris.
Sanat Kumara, penetra a chama trina, unindo-a num único foco de luz no coração do planeta. No homem, ela permanece acesa no frontal e no cardíaco.
Sanat Kumara- o senhor do amor, o “Ancião dos Dias”.
37-A HISTÓRIA CÍCLICA- a repetição-
-o Cristo e o Anti-Cristo
-a besta do apocalipse- as forças opostas
-os cataclismos
-a ordem do dragão vermelho
-a proliferação das igrejas
-Jeová- o Deus vingativo
-o governo sinárquico
-o apocalipse

É preciso transcender, eliminar crenças e preconceitos.
É preciso orar, tomar consciência do processo evolutivo, e agir.


OS RAIOS

1-Violeta-azulado. - Dirige-se para a garganta, onde parece separar-se, de modo que o azul-pálido passa pelo chakra laríngeo e o aviva, enquanto que o violeta e o azul-escuro prosseguem para o cérebro, em cujas partes inferior e central fica o azul-escuro, seguindo o violeta até a parte superior para vigorizar o chakra coronário e difundir-se pelos novecentos e sessenta raios desse chakra.

. 2- Raio amarelo. - Dirige-se para o coração e, depois de efectuada ali a sua obra, uma porção passa para o cérebro e o satura, difundindo-se pelos doze raios do centro do chakra coronário.

3.Raio verde. - Este raio inunda o abdômen, e conquanto se centralize principalmente no plexo solar, vivifica o fígado, os rins, os intestinos e todo o aparelho digestivo em geral.

4.Raio rosa. - Este raio circula por todo o corpo ao longo dos nervos e é evidentemente a vitalidade do sistema nervoso; um indivíduo pode infundí-la a outro que a tenha deficiente. Se os nervos não recebessem esta vitalidade rosada, seriam impressionáveis até à irritação, e assim é que quando não a recebe suficientemente, o enfermo não pode permanecer muito tempo na mesma posição e não sente alivio ainda que tome outra. O mais leve ruído o atormenta e ele se acha num. continuo sofrimento. Mas se uma pessoa sã banha-lhe os nervos com vitalidade rosada, logo se alivia e experimenta uma salutar sensação de sossego e paz.
Um indivíduo de boa saúde absorve e adapta muito mais vitalidade rosada do que a necessária ao seu corpo; por isso está continuamente irradiando uma torrente de tomos rosados, de modo que inconscientemente infunde vigor nas pessoas fracas mais próximas, sem que isso diminua sua vitalidade. E também por um esforço de sua vontade pode acumular a energia restante e infundí-la deliberadamente em quem deseje auxiliar.
O corpo possui certa consciência peculiar, instintiva e cega, a que costuma-mos chamar o elemental físico, correspondente no mundo físico ao elemental do desejo no mundo astral. Essa consciência instintiva ou elemental física procura sempre resguardar o corpo de todo perigo ou lhe proporcionar o de que necessita. É completamente distinta da consciência do homem e funciona igualmente quando o ego se aparta do seu corpo físico. A este elemental físico ou consciência instintiva deve-se atribuir todos os nossos movimentos e atitudes instintivos como também o incessante funcionamento do sistema simpático, sem que de tal nos apercebamos nem pensemos.
Enquanto nos acharmos no estado de vigília, o elemental físico está em constante vigilância, em atitude de defesa, e mantém em tensão músculos e nervos. Durante o sono relaxa-os e dedica-se à assimilação da vitalidade para restaurar as forças do corpo físico, e com maior eficácia cumpre esta função durante a primeira metade da noite, quando há plenitude de vitalidade, porque de madrugada já está quase toda consumida a vitalidade que o sol emitiu durante o dia. Tal e o motivo da sensação de moleza que nos acomete de madrugada, e também a acusa de muitos enfermos morrerem nessas horas. Por isso diz acertadamente a sabedoria popular que uma hora de sono antes de meia-noite equivale a duas depois dessa hora.
A ação do elemental físico explica a influência restauradora do sono, que se pode observar ainda após ligeiro cochilo.

A vitalidade é o alimento do duplo etérico, e este a necessita tão imperiosamente. como o corpo denso necessita do sustento material. Disso resulta que quando, por enfermidade, fadiga ou decrepitude, o chakra esplênico é incapaz de preparar o alimento para as células do corpo, o elemental fisico procura extrair para seu próprio uso a vitalidade preparada em corpos alheios. E assim ocorre quando nos sentimos débeis e como que esgotados depois de havermos estado durante certo tempo junto de uma pessoa com f alta de vitalidade, porque essa pessoa nos tomou os átomos rosados antes que pudéssemos assimilar sua energia.
O reino vegetal também absorve esta vitalidade, ainda que em muitos casos parece que só utiliza uma pequena parte. Algumas árvores extraem da vitalidade quase exactamente os mesmos constituintes que extrai a parte superior dó duplo etérico do homem, e uma vez absorvidos os necessários, expelem precisamente os átomos rosados de que necessitam as células do corpo físico do homem.
Isso ocorre com árvores como pinho e o eucalipto, razão pela qual sua vizinhança infunde saúde e vigor nos neuróticos necessitados de vitalidade. São neuróticos porque as células do seu corpo estão famintas e a nervosidade só pode apaziguar-se alimentando-as, o que sói conseguir-se mais facilmente proporcionando-lhes do exterior a vitalidade rosada de que necessitam para se restabelecerem.

5. Raio laranja-avermelhado. - Penetra pelo chakra fundamental, donde vai para órgãos genitais, Com os quais está intimamente relacionada uma parte do seu funcionamento. Este raio não só contém as cores alaranjada e vermelha, mas também algo de purpúreo intenso, como se o espectro solar desse a volta em círculo e as cores começassem de novo em mais baixa escala.
No indivíduo normal este raio aviva os desejos carnais, e parece que também penetra no sangue e ajuda a manter o calor do corpo. Mas se o indivíduo persevera em repelir os incentivos de sua natureza inferior, este raio pode, mediante longos e deliberados esforços, desviar-se para o cérebro, onde suas três cores constituintes experimentam notável modificação, porque o alaranjado se transmuta em amarelo puro e intensifica as faculdades intelectuais; o vermelho-escuro se converte em vermelho-vivo ou carmesim, que aumenta poderosamente o amor não-egoista, e o purpúreo intenso se transforma num belo violeta-pálido que aviva a parte espiritual da natureza humana. Quem alcança esta transmutação, já não se vê atormentado por desejos sensuais, e quando necessitar levantar as camadas superiores do fogo serpentino, se verá livre do mais grave perigo deste processo. Quando o indivíduo completou definitivamente tal transmutação, o raio laranja-avermelhado penetra directamente pelo centro do chakra fundamental e flui pelos agulheiros das vértebras, ou conduto medular, até que sem obstáculos chega ao cérebro.
Parece que, há certa correspondência entre as cores dos raios ou correntes de vitalidade que penetram pelos diversos chakras, e as cores atribuídas por Blavatsky aos princípios do homem na Doutrina Secreta.



VERA OCCHIUCCI

Autoria da 2ª imagem: Daniel B. Holeman
Autoria da 3ª imagem: Josephine Wall

Sem comentários: