sexta-feira, 19 de setembro de 2014

William Lepar e o Conselho :CURA - PARTE 1 " O Que Realmente Acontece" e CURA - PARTE 2 - "Como Ativamos O Lado Direito Do Cérebro"




Esta postagem inicia uma série sobre cura.

Esta citação da fonte espiritual de William Lepar, o Conselho, nos dá alguma informação importante sobre o que é necessário do curador.

Nós devemos sempre manter em mente que em algumas situações a alma que está sendo curada não deseja uma cura física.

A razão inicial da doença pode ser para aqueles ao redor da pessoa que está doente, para ajudá-los no crescimento espiritual.

Interlocutor: Minha pergunta relaciona-se à área de cura.

Em nossa condição de existência um indivíduo se abre como um canal para o fluxo de energia criativa para a pessoa ser curada.

Eu gostaria de saber o que realmente acontece no invisível por aqueles que nos assistem nesse processo?

O Conselho: É um processo muito simples; tão simples que o homem acha muito difícil lidar, e isso é o desejo sincero de ser usado como um canal, este é a primeira parte do curador.

Quando o curador acredita em si o suficiente, então ele se torna um curador.

Então, essas energias podem fluir através dele, provindas da própria Fonte Divina ou daqueles que, digamos, estão treinando do outro lado.

Agora, o problema que é o maior dos obstáculos é aquele que vai ser curado.

A cura não pode chegar a um indivíduo a menos que ele a escolha.

Independentemente das palavras que podem vir desse indivíduo, a cura precisa ser desejada pela alma ou pelo espírito.

Então a parte do curador é simples: o desejo sincero de ser usado.

Junto com isso, o curador deve ter fé de que acontecerá.

Se o curador tem o mínimo de hesitação, então ele bloqueia esse fluxo natural.

A dúvida na capacidade provoca uma fricção ou uma estática onde essas vibrações mais refinadas, digamos, são impedidas de fluir.

Muitas curas não acontecem porque um ou outro tem dúvida.

A outra razão, infelizmente, para as curas não acontecerem é que o suposto curador não é realmente curador de forma alguma.


Cada indivíduo tem suas capacidades: alguns para cura, alguns para outras coisas; e há aqueles indivíduos que são atraídos para a cura por causa da autoglorificação que ela pode lhes trazer; então, consequentemente, esses não são verdadeiros curadores.


CURA - PARTE 2

COMO ATIVAMOS O LADO DIREITO DO CÉREBRO



William LePar e O Conselho


Nesta postagem da fonte espiritual de William LePar, o Conselho, nós temos alguma informação importante sobre cura e de como o lado direito do cérebro é a chave para curar.

A decisão deve ser feita a um nível de alma antes de qualquer cura poder ocorrer.

Há situações em que uma alma pode escolher não ter uma cura.

A doença pode existir para ajudar outros.


Interlocutor: Em um transe no ano passado vocês encerraram dizendo que em uma data posterior nós deveríamos lhes pedir mais informação sobre cura e como torná-la mais fácil e junto com esse insight para a espiritualidade.


O Conselho: A cura é um processo muito simples, se você puder aceitá-la.

É o desejo de ser todo, em primeiro lugar.

É o desejo de estar satisfeito aos Olhos de Deus.

Estar satisfeito aos Olhos de Deus significa ser um todo, completo e feliz.

É o desejo, é a intenção de seu Pai Divino que você seja completamente um todo, ser completamente feliz e ter todas as suas necessidades satisfeitas.

Assim que você realmente acreditar nisso, então a cura é sua; é simplesmente uma questão de tempo; mas há algumas coisas que devem acontecer, a menos, claro, que você esteja falando de curas miraculosas ou instantâneas.

Então, vamos falar das formas “normais” de curas.

O que é necessário: antes de tudo, acreditar.

Antes de tudo, desejar.

Antes de tudo, saber.

Agora, observe: nós dissemos “antes de tudo” para cada um.

Uma alma pode ser curada sem o conhecimento consciente disso ou sem o conhecimento consciente de que há uma cura em processo ou uma cura sendo pedida.

Então recai mais responsabilidade do curador para ativar ou desengatilhar o processo espiritual.

Agora aos segredos da cura e nós dizemos isso meio ironicamente.

A cura acontece no físico porque houve uma abertura para a alma.

A abertura para a alma não vem antes do físico, mas antes do espiritual.

Então, o espiritual deve Trabalhar
 através do físico, e seu primeiro contato ativo, explícito e externo é com a mente.

A mente então utiliza o cérebro.

O cérebro não existe por si mesmo.

O cérebro existe por causa da função da mente.

Agora, isso é importante que seja entendido.

A mente é a conexão mais óbvia com a alma.

É a alma falando ao físico através de seus conceitos, através de seus conceitos presentes.

As atividades mais criativas da alma chegam pelo hemisfério direito.

É conhecido que o hemisfério direito é o lado estético da natureza humana; ele conhece a beleza; ele conhece o Divino.

Em um nível consciente ou não, o hemisfério direito deve ser ativado de alguma forma ou de algum modo, ele deve ser ativado no sentido de que ele possa ver o corpo inteiro.

Quanto mais intensa essa visão é, mais rápida e mais completa será a cura.

Então, se você quer uma cura, simplesmente ative o lado direito do cérebro e você terá 99% do caminho percorrido.

Agora, e como é complicado isso?

Todas as curas físicas vêm através do lado direito do cérebro.

Quanto mais forte se treinar o lado direito do cérebro, mas completamente ele curará.

Até com o curador, o lado direito do cérebro deve estar ativo.

Quando se trata de crescimento espiritual maior, se não se puder visualizar os conceitos espirituais através do lado direito do cérebro, então o crescimento espiritual pode não ser obtido.

O coração é ativado pelo lado direito do cérebro; agora, quando nós dizemos “coração” não estamos nos referindo ao órgão, mas estamos nos referindo ao que o coração representa quanto a emoções e sentimentos.

Quando o lado direito do cérebro e seus poderes são liberados no sentido de cura e amor, o recipiente físico então pode se tornar uma ferramenta muito forte, uma ferramenta muito poderosa para a cura.

Agora, novamente, embora haja este processo envolvido, ele então se torna nada mais do que um canal para a Força Divina estar ativa ou liberada para a manifestação material.

Muito bem.

Há mais perguntas?



Mais sobre William LePar e o Conselho visite www.WilliamLePar.com

Fonte: http://lightworkers.org

Sem comentários: