quarta-feira, 14 de março de 2012

Mensagem do Arcanjo Miguel - 18-02-2009 - Autres Dimensions



Eu sou Miguel, Príncipe e Regente das Milícias Celestes.



Recebam paz, amor, bênçãos e saudações.



Como vocês já sabem, este ano é o ano da minha presença, é o ano da grande purificação.



Vocês vão entrar, dentro de muito pouco tempo, não mais nas premissas de minha manifestação, mas na realidade de minha manifestação.



Eu venho purificar o que deve sê-lo.





O ser humano deve passar da competição à cooperação.



A dualidade nem sempre foi sinônimo, nesta dimensão, de competição.



A vida, na sua dimensão a mais física e, entretanto, mais espiritual, não poderia existir sem a cooperação.



No entanto, as forças que os governam, às quais vocês estão sujeitos de livre e espontânea vontade ou contra sua vontade (e que não cessaram de querer dominá-los, de querer persegui-los, de querer privá-los de sua liberdade), vão hoje descobrir que, após 6.000 anos de governo do homem vocês vão passar ao governo do Pai.



Os acontecimentos inegáveis e inexoráveis que vocês são chamados a viver, de maneira individual e de maneira coletiva, são, eu repito, inexoráveis.



Eles traduzem a passagem da dualidade à Unidade, a passagem da competição à cooperação.



Creiam, efetivamente, que, para além das aparências do que vocês verão, do que provarão, essa não é a realidade, essa não é a Verdade quanto ao sentido do que vocês veem, quanto ao sentido que vocês provarão.



A Verdade está além.



Vou tentar, no entanto, transcrever-lhes novamente o sentido.



A Verdade é Unidade.



A Verdade é Luz.



Entretanto, permitir a eclosão e a revelação da Luz (que assinalará seu despertar absoluto à realidade e à Verdade do que vocês são) pode manifestar-se apenas através do que chamam, enquanto ser humano encarnado, a destruição.



Mas a destruição não é um fim em si.

A destruição permite encontrar os valores os mais escondidos do ser humano, os mais nobres, para que estes possam, aos níveis individual e coletivo, emergirem, serem compreendidos e serem vividos.



O espírito de pertencimento a um grupo, a uma família, a um país, a um homem ou a uma mulher, deve deixar o lugar para a cooperação.



A cooperação não conhece a noção de raça, a noção de família, a noção de dualidade.



A cooperação é a Verdade.



O que é a cooperação?



A cooperação é a doação e o ser humano encontra esta dimensão quando o espírito de competição é aniquilado pela destruição.



Mas esta destruição não é uma destruição, é uma desconstrução, o que não é de modo algum a mesma coisa.



Construir sua eternidade necessita destruir seu lado efêmero, as lutas de poder, as lutas ligadas à economia, as lutas ligadas ao dinheiro, as lutas ligadas à família que impedem, por definição, o princípio de cooperação.



Eu disse, e repito, porque é importante: aqueles de vocês, entre vocês sobre esta Terra, que conhecem o movimento dos planetas, eu os convido a olharem a configuração astrológica extremamente precisa de 25 de março de seu ano.



Esse dia será marcado de uma pedra branca na história de sua alma e na história de sua humanidade.



Esse dia é ligado à irrupção da Luz em sua densidade.



Obviamente, as densidades que não estão prontas para receber esta Luz serão conduzidas a uma desconstrução.



Isso é válido para os indivíduos, isso é válido para a escala das famílias, isso é válido para a escala dos países e é válido para a escala de sua humanidade.



Minha presença revela-se, e revelar-se-á cada vez mais, através de minha manifestação violenta e particularmente forte dos elementos sobre seu planeta.



A entrada real da totalidade de minha vibração em seu universo e em seu sistema solar começa muito precisamente em 25 de março.



Eu venho anunciar a notícia do regresso da Luz e da reversão ligada ao governo do Pai.



Como sabem, inúmeros complôs, inúmeras conspirações existem na superfície de seu mundo para impedir isso e dominar ainda mais o ser humano.



Isso, o Pai não pode mais tolerar.



A hora chegou de quebrar suas correntes da escravidão nesta dimensão, para o que vocês consideram como superior a vocês e que, no entanto, é de longe inferior à realidade que vocês são.



Isso chega a grandes passos.



Para nada serve transtornarem-se.



Para nada serve prepararem-se exteriormente.



A Luz e a Divina Providência (emprego esta palavra intencionalmente) que a segue proporá às suas vidas, proporá às suas estruturas (físicas e sutis) um estado de graça como jamais vocês experimentaram.



A preparação foi longa.



Quando de minha primeira vinda manifestada como elemento, manifestei-me através da presença de elementos cometários em seu céu.



Doze anos após eu volto para realizar, pelo princípio do número 12, uma revolução.



Esta revolução é a que lhes permitirá descobrir quem vocês são realmente.



O Arcanjo Jofiel os preparou, durante o ano precedente, para o reencontro com seu Anjo, para o reencontro com sua interioridade a mais nobre.



A única preparação que vocês têm necessidade de efetuar necessita duas virtudes.



A primeira dessas virtudes tem por nome: confiança.



A segunda dessas virtudes tem por nome: abandono à Divina Providência.



Vocês não devem se incomodar com nada além do que vocês são, de quem vocês são.



Mas, para além desta atenção específica, a cooperação será conduzida a se desenvolver numa escala dificilmente vislumbrada hoje e imaginável para o ser humano.



Inúmeros seres humanos serão desconstruídos e, isso, a partir do solstício de seu verão.



Vocês não devem nem alarmar-se, nem sofrer por aquilo, porque esse é o caminho desejado por essas almas a fim de acederem, pela desconstrução, à Luz.



A experiência da Luz, nesse momento, que as almas tenham escolhido recomeçar o caminho da dualidade ou que as almas tenham escolhido aceder a esta Luz, pouco importa, porque o tempo, para a alma, não existe.



Mas seu tempo terrestre é, ele, bem real.



Ele corresponde a constrangimentos de sua realidade: o tempo se distende, o tempo se contrai, vocês já sabem, isso também.



Vocês serão conduzidos a soltarem totalmente o que não é a Luz.



A única causa de sofrimento é a resistência.



Se não há resistência, não haverá sofrimento.



Haverá Luz, haverá (como eu já disse) despertar e haverá, sobretudo, reconexão à sua Fonte, à sua identidade verdadeira que é amplamente diferente que aquela que vocês vivem hoje.



Vocês são já, e de toda eternidade, seres multidimensionais que experimentaram, a título individual, múltiplos planos, múltiplas dimensões, múltiplas experiências.



Somente as construções, desejadas por alguns partidários desta dualidade, forçaram-nos, por meio das experiências das encarnações, a se fixarem cada vez mais nesta dualidade e na encarnação.



A encarnação não é nem um objetivo nem um fim em si.



A encarnação é uma passagem, mas essa passagem não é absolutamente obrigatória e, no entanto, vocês escolheram vivê-la.



A evolução se faz de maneira cíclica, a evolução não é jamais linear.



Quem diz ciclo, diz passar pelo mesmo ponto, mas com outra abertura da visão, outra abertura da consciência, mas, sobretudo outra compreensão.



Não julguem o que vai acontecer.



Não julguem os seres humanos, quaisquer que sejam os comportamentos, porque mais o abjeto dos comportamentos reflete apenas um defeito de conhecimento, um defeito de Luz, mas, entretanto, a Luz está presente, mesmo naqueles seres, ela simplesmente não é revelada nesta dimensão, o que não é de modo algum a mesma coisa.



Ninguém é condenável, quaisquer que sejam os atos que ele produzirá no momento de minha manifestação.



O temor, o medo, a não confiança e as resistências são causas de sofrimentos e os sofrimentos devem encontrar derivativo, uma porta de saída para essas almas atormentadas em sua desconstrução.



Quem diz desconstrução diz construção nova, diz novos mundos, novas vidas, novas vibrações.



Infelizmente, a simultaneidade de diferentes dimensões entre seu solstício e o fim deste ciclo de transformação vai confrontá-los necessariamente com duas visões profundamente opostas entre os seres que terão encontrado a Luz e aqueles que não a terão encontrado.



Entretanto, estejam seguros e certos de que a Divina Providência e de que seus Anjos guardiões velam junto a vocês, e em vocês, para que nem um único cabelo de sua cabeça desapareça, para que nenhum sofrimento insuportável se manifeste junto àqueles que escolheram juntar-se à Divina Providência.



Não se fixem na desconstrução.



Eu lhes disse, e repito, observem o céu, observem a Luz.



Não creiam em nenhum ser humano que viria se pretendendo da Luz.



Esse não saberia ser verdadeiro.



O espírito de Verdade, o espírito Cristo, poderá intervir apenas quando a destruição terminar e unicamente naquele momento e quando vocês mesmos estiverem prontos para reencontrá-lo em sua intimidade, uma vez que a destruição tiver terminado totalmente.



Não se preocupem, e cada dia que passar deverá fazê-los recordar desta frase: não se preocupem com seus medos, com a necessidade de prevenir, com a necessidade de limitar o que vem.



A Divina Providência, a Luz, ocupam-se disso para vocês.



A única tarefa que vocês têm a realizar, a única tarefa que vocês têm a fazer nascer e a fazer crescer, é a Luz em vocês, é a Luz que vocês são.



Absolutamente nada mais.



Vocês observarão, no período de cinco semanas de seu tempo terrestre (até esta data importante de 25 de março), vocês se aperceberão que inúmeras manifestações energéticas novas invadi-los-ão, que sua consciência parecer-lhes-á cada vez mais destacada da noção temporal.



Seu emprego do tempo mostrará distorções do tempo evidentes.



Isso corresponde ao entrelaçamento e à interpenetração da Luz em sua dualidade.



Os resultados, ao nível da humanidade, das forças de dependência, de forças de escravidão que vocês experimentaram, será tentar arrastar o ser humano nesta dualidade, nesse conflito.



Não participem de nenhum conflito.



Vocês não terão outro interesse a defender além daquele da Luz.



Vocês não têm outra certeza a manter além daquela do amor do Pai para vocês.



Não pode ser diferentemente.



Progressivamente e à medida que vocês ganharem em intensidade de Luz, progressivamente e à medida que ganharem em intensidade de consciência, essas palavras que, hoje, lhes parecem talvez distante da realidade que vocês vivem, tornar-se-ão a única realidade possível.



Não haverá outra alternativa além dessa.



Não haverá mesmo dúvida em relação a ela e isso está muito próximo.



Agora, vocês devem trabalhar para sua Luz interior.



Não hesitem em extrair-se deste mundo.



Não hesitem em extrair-se dos conflitos existentes.



Não hesitem em extrair-se das tarefas desejadas por sua sociedade a fim de fazê-los entrar ainda mais na escravidão, porque os valores aos quais vocês foram obrigados a aderir não existirão mais, simplesmente, dentro de algum tempo.



O algum tempo deve ser tomado no sentido terrestre e não espiritual.



Inúmeras coisas que eu chamaria de acontecimentos essenciais devem ocorrer na superfície deste planeta.



Estes estão em curso.



Eles já começaram, mas são apenas as premissas.



A água, o fogo, a terra e o ar entrarão em ebulição, no sentido próprio como no figurado, através da revelação da Luz do que vem.



A preparação de seu estado interior durará muito precisamente um mês.



No momento em que eu me tornar visível no céu, entre 25 de fevereiro e 25 de março de seu ano, vocês têm exatamente quatro semanas, 28 dias.



Esses 28 dias são também uma coisa importante nos dados que vocês devem integrar e compreender.



Esses 28 dias são 28 dias de preparação e correspondem a um ciclo completo da revolução lunar.



Isso não é por acaso.



Não se esqueçam jamais de que vocês têm o livre árbitro, como seres humanos encarnados mas que, contrariamente aos seres de Luz que vocês são, os sistemas solares, os movimentos planetários, não têm a liberdade que vocês têm.



Eles obedecem a ciclos extremamente precisos quanto às deslocações, quanto às mudanças de órbita, quanto à modificação da revolução em redor do sol.



Assim como os sóis não têm a liberdade que vocês conhecem, os sóis estão unidos, de maneira indestrutível, ao sol central de sua galáxia que é, ele mesmo unido ao sol dos sóis chamado a estrela Alcyone.



Esta estrela Alcyone é a Fonte do Pai e a Luz do Pai.



Ela ali reside.



De lá partem os impulsos para a experimentação da vida em múltiplas dimensões.



A estrela Alcyone vai em breve encontrar-se alinhada, por um deslocamento do conjunto desta galáxia, em relação com uma irradiação muito mais direta desta estrela.



Isto está diretamente ligado e religado ao que eu chamei o governo do Pai.



O homem terminou com os seus princípios de dominação.



Ele deve reencontrar a realidade da sua Luz.



Ele deve reencontrar sua natureza, que eu qualificaria de boa vontade de quase angélica, apesar do fato de ter aceito viver na dualidade desde tanto e tanto tempo, para alguns entre vocês.



Isso fortificou camadas que vocês não conhecem, porque elas não são reveladas em vocês.



Quais são essas camadas?



Elas teriam por nome, em sua linguagem: a força, a Verdade, a potência, a Luz, que alguns de vocês traduziram, nesta realidade, pelo poder, pela dominação e pela dependência.



O Pai os criou livres.



O Pai os criou à sua imagem, isso não é uma ilusão, não é uma metáfora, mas é a estrita realidade.



Vocês simplesmente não têm os meios, pelo momento, para ver, compreender e realizar isso.



Simplesmente, isso vem e é para breve.



Nós teremos necessidade, do nosso estágio dimensional, de todas as boas vontades e de todas as consciências a fim de guiar, o melhor possível e ao mais perto possível, o conjunto de seus irmãos que o desejarem para esta Luz e esta realidade divina.



Ainda uma vez, não condenem e não julguem aqueles que desejariam opor-se a isso.



Isso é liberdade deles e nós mesmos não podemos nos opor.



É a grandeza do homem, mas é também a causa da insuficiência do homem.



Mas esta insuficiência é apenas temporária.



Ela não pode ser eterna porque, para além da realidade efetiva do mundo no qual vocês vivem, mesmo os seres que vocês chamam hoje os mais escuros possuem neles a mesma Luz que vocês.



Simplesmente as camadas de construções ligadas ao medo os impedem de conhecerem aquilo nesse momento.



Eles também estão no lugar deles em relação à mudança de ciclo que vocês vivem.



Trata-se realmente do fim de um mundo, mas não o fim do mundo.



Trata-se do fim da vida tal como vocês a conhecem, tal como a experimentam.



Esse mundo foi criado à imagem do Pai, em harmonia, em beleza, mas ele conheceu já numerosos ciclos, numerosas reversões, numerosos períodos (por vezes vividos como difíceis), mas que, entretanto representam, para o conjunto desse sistema solar (mas sobretudo desse mundo específico sobre o qual vocês estão) uma possibilidade de ascensão, uma possibilidade de irradiação quase única na história dos universos.



Este planeta, este sistema solar são realmente únicos nos anais da criação.



A desconstrução que deve ser levada a efeito pelas milícias celestes está à altura da irradiação que deve adquirir este planeta em outras dimensões.



Observem seu céu, observem os planetas desse sistema solar, informem-se pelo coração e por seus meios (enquanto estão ainda aí) ao nível exterior.



A realidade do que acabo de dizer, há agora sete semanas, corresponde ao que vocês vivem.



O que vocês observam na superfície de seu mundo, que esteja ao nível dos comportamentos humanos, como ao nível dos comportamentos dos países, como ao nível dos comportamentos dos elementos, são apenas as premissas dos comportamentos que vocês vão observar.



Permaneçam alinhados, permaneçam centrados, permaneçam interiorizados.



O que vocês têm a viver é uma necessidade.



Uma vez mais, a palavra a mais adequada e que empregarei novamente, é a palavra de desconstrução.



Vocês devem desconstruir para reconstruir diferentemente.



Vocês devem se desconstruir para se reconstruir identicamente, mas noutro lugar, porque a vibração e a oitava deste sistema solar mudam de maneira extremamente potente.



A Luz está a caminho.



O fenômeno de ascensão, tal como o chamam numerosos conectados deste planeta, é uma realidade inexorável.



A ascensão começou.



A ascensão manifestar-se-á a partir de 25 de março a título individual ou a título coletivo.



Está conforme.



Entretanto, nem todos serão referidos por esta primeira onda.



Vocês devem, a maior parte dos trabalhadores que eu chamaria da Luz (ou trabalhadores do Pai) permanecer em manifestação, a cavalo sobre as duas dimensões, mas no entanto reforçados em sua vontade de ascensão e em sua determinação de ascensão.



Atenção para não sucumbirem às tentações da resistência que os conduziriam a sofrer inutilmente.



Eu posso assegurar-lhes e certificar-lhes que, se vocês vivem o período de preparação que vem de maneira autêntica, através de seus comportamentos, através de seus gestos, através de seus pensamentos, tudo acontecerá absolutamente de maneira feliz e luminosa.



E é permanecendo nesta Luz e nesta alegria que vocês poderão aportar sua cooperação e não diferentemente.



Aí está, bem amados filhos do Pai, o que eu tinha a dizer.



Eu insisto para que esta data de 25 de março seja anunciada, que esta data de preparação de 28 dias que vocês têm a viver seja divulgada o mais amplamente possível.



Ela o será, aliás, por múltiplos canais que farão apenas confirmar este.



A sincronia da emergência dessas datas, a sincronia da emergência dessas mensagens, seja pela minha voz, através de diferentes canais ou por outros seres que acompanham os canais, irá no mesmo sentido.



E aí vocês compreenderão, de maneira irrefutável, que algo de grandioso está chegando, porque isso é grandioso, isso é da ordem da Luz.



Bem amados filhos do Pai, filhos da Unidade, se têm perguntas, interrogações em relação a isso, em relação à minha presença em seu mundo, eu gostaria de tentar trazer uma iluminação.



Questão: aqueles que não têm consciência disso ou que não aderem a isso viverão este processo ascensional da mesma maneira?



O único risco é a resistência e, portanto, o sofrimento, mas o sofrimento pode conduzir também, quando se torna extremo, a uma forma de compreensão e de aceitação que eu chamaria o abandono.



Por conseguinte, não se preocupem com eles.



Contentem-se de anunciar.



Contentem-se também de não denunciar demasiado as armadilhas deste mundo que são bem reais, mas o ser humano deve fazer as suas próprias escolhas de maneira individual.



Unicamente ele sozinho deve escolher e pode escolher.



Questão: o que você chama « desconstrução»?



A desconstrução é a influência da Luz do Pai que vem apagar os erros de trajetória da humanidade em seu conjunto e, portanto, apagar a dependência, a dominação, o poder.



Tudo o que vocês construíram, a título de poder, a título individual ou coletivo, deve desaparecer.



A cooperação não pode fazer-se se há mínima veleidade de poder.



Questão: a desconstrução seria concomitante com a ascensão?



Para algumas almas, em alguns lugares do mundo, sim.



Mas a desconstrução, eu repito, não é o fim.



A desconstrução assinala o arranque de um processo que é a emergência da Luz, que é a ascensão de seu planeta e que eu chamaria eventualmente (e que ocorrerá apenas quando o meu reino deste ano terminar), em sua terminologia: reversão.



Questão: então seu reino vai com a desconstrução?



Meu reino é fazer a limpeza, em sua expressão corrente.



Fazer a limpeza consiste em desvendar, revelar, caçar o que não é a Luz e combater.



O papel de vocês não é combater.



O papel de vocês é revelar a Luz e nada mais.



Vocês não estão nos tempos do combate.



Vocês estão nos tempos da aceitação.



Deixem o combate àqueles que o efetuam e que sabem o que fazem.



Não se esqueçam jamais que vocês devem reencontrar sua Unidade enquanto nós, de nossos planos dimensionais, de uma maneira ou de outra, humanos ou não, anjos ou não, hierarquias ou não, realizamos já esta Unidade porque jamais a deixamos, contrariamente a vocês.



E cabe-nos combater para a glória do Pai, para que a Unidade se revele, para que a Luz se revele.



O que não é o seu papel.



Questão: no fim de seu reino, os seres humanos estarão unificados, estarão na Unidade?



Todos os seres humanos, sem exceção, terão vivido o contato com a Luz, que a aceitem ou que a recusem.



Não pode ser de outro modo, porque todo o mundo deve ser informado e não unicamente os trabalhadores da Luz, os trabalhadores do Pai.



Mesmo aqueles que se desviam da face da Luz, a face do Pai, devem ser informados e transformados pela Luz, mesmo se decidem recomeçar vários ciclos nas vias da dualidade.



Questão: poderia desenvolver o que você entende por «princípio do número 12»?



Como sabem, vocês estão num sistema solar onde o número dominante, na dualidade, é o número 7.



A oitava superior que corresponde ao que vocês chamam quinta dimensão se vive numa oitava do número 12.



O 12 corresponde a uma forma de Unidade.



É uma nova tri-Unidade que lhes permite ascensionar nos mundos da não dualidade.



Em sua terminologia creio que aquilo pode ser ilustrado pelo que vocês chamaram «os 12 trabalhos Hércules», mas também pelas 12 vértebras de sua coluna vertebral que se situam ao nível de suas costas.



O referencial do 12 é ligado a uma outra oitava e a outra manifestação de formas de vida.



Quanto ao 28, corresponde este número a uma revolução lunar.



Ele é extremamente importante.



Para o que vem a contar de 25 de março (e de maneira muito mais flagrante a partir de seu solstício de verão), é evidente que vocês devem se preparar e que esta preparação não se faz através de 12 trabalhos, mas através de 28 patamares.



São esses 28 patamares que vocês terão a viver.



Bem amados filhos da Luz, bem amados filhos do Pai, eu lhes transmito agora toda minha força, toda minha proteção e todo meu amor e lhes digo bem vindos em sua eternidade!



... Efusão de energia…





Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.



Tradução para o Português: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com



http://www.facebook.com/groups/129673830484833/173635636088652/#!/notes/fernando-calheiros/mensagem-do-arcanjo-miguel-18-02-2009-autres-dimensions/10150684939252107

Sem comentários: