segunda-feira, 30 de março de 2015

EGO X INTUIÇÃO POR VORONANDECK SHTAREER - por Rodrigo Romo





O ego é reflexo da racionalização, diferente da intuição.

A intuição é um impulso momentâneo de uma fração de segundo. O ego é a racionalização da intuição.

A intuição é o aviso das vossas hierarquias espirituais, o alerta. A intuição aumenta na medida em que vocês dão passagem à vossa hierarquia espiritual.

Quando vocês entenderem que a intuição é essa comunicação, o Ego deixa de existir. O Ego é o aspecto humano de racionalizar e tentar controlar o corpo e o que está ao vosso redor. Aí entram os hologramas da ilusão, da vida fácil.



Muitos de vocês acham que a vida irá melhorar e buscam essa melhoria, porém esquecem que essa melhoria só é possível se internamente houver essa ressonância. Muitos estão buscando castelo de areia e já vos foi provado que castelo de areia desmorona dia após dia.

As traições das pessoas, os hologramas das pessoas provam que até o momento, muitos de vocês foram atrás de castelos de areia, o que não é o caminho de vocês. Porém, vos aviso que novos castelos de areia irão surgir até que cada um de vocês entre em depressão e questione o porquê estão vivos. É assim que a Matriz de Controle trabalha para tentar desviá-los de seu caminho.

O que posso vos dizer é que quando vocês seguem a intuição, estão seguindo um conselho amigo. É importante que vocês entendam: às vezes a intuição ocorre numa fração de segundo tão diminuta que vocês não percebem, devido ao mental estar tão acelerado.

Conforme vocês praticam as meditações, trabalham vosso interno, buscam acalmar a mente e o coração, é mais fácil “ouvir” a intuição. Porém, o normal dos seres humanos é estar com a mente ativada com os problemas do dia a dia de cada um, e isso não permite que a intuição seja captada.

Essa aceleração mental acaba por afastar os vossos amparadores, uma vez que a comunicação é difícil.
A intuição é aumentada na medida em que vocês busquem a paz, relaxem a mente, solicitem que venha a vós a vossa hierarquia. São decretos que vocês devem fazer para que essa energia realmente se manifeste e seja verdadeira na vida de cada um.

O resto é sofrimento e decepção após decepção. Quantos de vocês, buscadores da luz, não tiveram nestes últimos quatro, cinco anos decepções absurdas? Porque eram castelos de areia.

A Matriz de Controle trabalha assim. Só que eu não posso avisar, nem o Shiva, nem o Yaslon, que muitas vezes mesmo sabendo não podemos intervir para não criar interferências, mesmo porque seria uma perda de tempo. Entendemos que o comodismo, o medo que o ser humano tem da mudança faz com que isso aconteça e isso gera conflitos e desarmonia.

Além de “ouvir” a intuição, vocês devem ter a coragem de tomar as atitudes necessárias, de cortar algumas situações. Percebemos o quanto isso é difícil para vocês, principalmente através das experiências do Yaslon, mas vocês estão no momento de aprender a dizer não, de escolher o caminho que o vosso coração guie e não o que vos é imposto.

Vocês estão num momento muito importante de vossa jornada terrestre, de poderem se libertar de uma vez por todas da Matriz de Controle e sair da Roda de Samsara ou continuarão onde estão por mais 560 mil anos no novo ciclo que a Terra passará. Porém, vos digo que será um planeta mais denso do que este.

O Yaslon muitas vezes é tachado como “grosso” pois não permite que as pessoas se aproximem, enquanto outros canais são mais carinhosos, brandos e permitem a aproximação de um número maior de pessoas. Porém, a maioria dessas pessoas tem a intenção de vampirização, sem o real interesse no ensinamento, na evolução do espírito.

As pessoas que não aproveitaram os ensinamentos que vos estamos passando, perderam o seu tempo. Não somos nós, ou o Yaslon que vos irá libertar, cada um é responsável por si. Não é porque fizeram os cursos, leram os livros que estão com a “liberdade garantida”.

Aproveitem ao máximo o que vos estamos passando, assim como os ensinamentos de outros canais com os quais se identificam, pois em breve muitos deles não precisarão mais estar entre vocês.

Há diversos livros e materiais para o vosso estudo, mas todo esse material só tem validade quando vocês colocam em prática o que está sendo passado. Nada vale vocês lerem centenas de livros, fazerem diversos cursos se não entendem o que está presente e o que isso representa no crescimento interno de cada um.
O crescimento que falamos é o despertar consciencial. É abrir a mente para o Plano Superior e permitir que a hierarquia espiritual seja presente em vossas vidas. Quando vocês tiverem dúvidas, chamem a hierarquia, peçam auxílio, peçam provas, vocês as receberão. Mas aprendam a respeitar e a trabalhar com a hierarquia.
Muitas pessoas até sabem que existe, mas não a respeitam e inclusive, acham que podem manipular a hierarquia. Esse é o maior erro. A Hierarquia da Luz não precisa de vela, não precisa de entrega, de sangue, de nada, porque ela já é Luz.

A hierarquia negativada umbralina precisa disso e de muito mais porque acredita que assim ela conseguirá luz. Porém, só obterão luz no dia em que se perdoarem e perdoarem o próximo. Não é recebendo entregas que irão se iluminar. Mas se as pessoas que praticam isso não sabem, nem eles (hierarquia negativada) sabem disso.

Por isso que os verdadeiros mestres de luz projetam luz para o Umbral de modo a liberar as entidades lá presas. Isso vocês poderão fazer na medida em que saibam trabalhar com vossas hierarquias tronadas e tenham amor no coração para gradualmente limpar e libertar essas partículas que estão presas, que tanto podem ser vocês no passado, em vidas paralelas ou mesmo parentes de vocês, e inclusive inimigos, que também têm que ser libertados.

O trabalho é árduo, é amplo, mas é necessário.

Se vocês estão encarnados nesta época é porque escolheram tentar. Então, pelo menos tentem. Se vocês não tentarem, perderam mais uma encarnação e o momento de ajudar a humanidade.

Busquem a felicidade dentro de vocês. Trabalhem, dediquem tempo a vocês mesmos. Querem curar as pessoas? Tudo bem, mas curem primeiro a si próprios. Retirem de dentro de vós as mágoas, a tristeza, as decepções para que vocês possam ajudar as outras pessoas. Esse é o primeiro passo no momento, pois não há mais tempo. Até quatro, cinco anos atrás vocês podiam “brincar” de curar os outros, mas agora o tempo que vocês têm para atingir o patamar de energia necessário, do ponto de vista humano é pequeno (menos de quatro anos).

É o momento de trabalho pessoal, onde terão que mudar muitas coisas. Não apenas a alimentação, mas principalmente a postura, as reações químicas do vosso corpo.

Toda a Hierarquia da Fraternidade Branca, os Chohans estão acessíveis a vocês, basta que vocês realmente busquem essa conexão. O Templo dos 22 Raios ou de Shambala pertence à Hierarquia da Cura Quântica, portanto é acessível a todos vocês. O Mentor de Cura de cada um tem contato direto com o Shiva, Hilarion, Ashtar, Alcon, o Yaslon e em alguns casos, comigo.

A diferença entre o Yaslon e outros canais é que o Yaslon não é daqui deste Universo. Ele não está corrompido com as hierarquias de Anhotak e outros seres por isso que ele tem condições de desenvolver um trabalho diferente e é por isso que tem sido tão atacado e confrontado. Ele rompe para vocês os paradigmas de Satã, de Yawé. Ele é o único comandante da confederação encarnado que confrontou diretamente esses seres nas disputas políticas que ele participou. Por isso tantas tentativas de difamar o trabalho dele e de desviá-los do caminho. Ele não é melhor do que ninguém, apenas tem uma experiência que poucos seres deste Universo possuem.

As Hierarquias que trabalham com a Cura Quântica Estelar representam hierarquias que não se corrompem, que representam hierarquias da Fonte. Por isso muitas pessoas ligadas à Cura Quântica estão sendo atacadas, pois essa hierarquia representa o término das energias não Crísticas. Para que não entrem em confronto com essas hierarquias opositoras a Luz, trabalhem o interno de vocês. Não entrem na briga, não entrem no confronto.

Não “comprem essa briga” pois vocês não têm como sustentar essa energia. Entreguem à Hierarquia, Ela sabe o que faz. Não se exponham. Não estamos pedindo que nos sigam, estamos pedindo que escutem o vosso coração, que se libertem.



Fiquem na paz de vosso Cristo Interno e busquem o amor próprio.



Voronandeck Shtareer, Cidade do Porto – 17 de agosto de 2008.

Sem comentários: